Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLÍTICA

Contra a verba indenizatória nas redes sociais, gastos de Ulysses Moraes aumentaram cerca de 200% e sem notas fiscais

 
 -   /
/ /
Os gastos do deputado estadual Ulysses Moraes (Democracia Cristã) com a verba indenizatória aumentaram cerca de 200% nos últimos meses. Isso porque ele divulgou que no primeiro mês teria usado apenas R$ 3 mil, mas a presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Janaína Riva (MDB), antecipou que no mês passado ele gastou cerca de R$ 9 mil, ou seja, triplicou os gastos

Além disso a presidente do legislativo confirmou que Ulysses não apresentou notas fiscais de como gastou os valores. Isso chamou a atenção porque antes de se eleger deputado Ulysses era coordenador do MBL (Movimento Brasil Livre) em Mato Grosso e fez diversas campanhas contra o uso da verba indenizatória e as devidas prestações de contas.

Por exemplo, em junho de 2018, Ulysses liderou um movimento contra a criação de verba indenizatória para vereadores da cidade de Mirassol D´oeste e usou as redes sociais para postas vídeos criticando o projeto de lei e comemorou o fato do projeto não ter sido aprovado.

Na época ele disse que o próximo passo era apresentar um projeto de lei na cidade para que o vereadores de Mirassol ganhasse um salário parecido com o valor médio pago ao trabalhador da cidade. Agora como deputado estadual Ulysses não abriu mão do salário de legislador para um valor médio do trabalhador mato-grossense, o que levou a presidente do legislativo a afirmar que com ele é "faz o que eu digo, mas não faça o que eu faço".


Da redação


 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE