Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Atualidades

Projeto prevê que reservas legais não sejam mais obrigatórias

Sob alegação de garantir o direito à propriedade, projeto ainda precisa ser aprovado no Congresso Nacional

 
download do áudio Os senadores Flávio Bolsonaro (PSL) e Márcio Bittar (MDB) apresentaram um projeto de lei (PL 2362/19) que pretende revogar a obrigatoriedade das reservas legais. O motivo alegado para a elaboração do projeto é a garantia do direito constitucional à propriedade.

A área atual de vegetação, que corresponde à reserva legal, é de 167 milhões de hectares. Apesar de o conceito da reserva existir desde 1934 no Brasil, o seu conteúdo já foi reformulado algumas vezes. A última revisão foi feita em 2012, quando a área abrangida diminuiu de 203 milhões de hectares para o número atual.

O professor da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, Gerd Sparovek, explica qual é a importância da reserva legal para a preservação do ecossistema brasileiro. Inclusive, ele aponta como o possível desmatamento dessas áreas afetaria a vida das cidades.

Ouça a reportagem no player acima.

jQuery(document).ready(function($) { $.post('https://jornal.usp.br/wp-admin/admin-ajax.php', {action: 'wpt_view_count', id: '244605'}); });

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE