Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Reino Unido facilitará soltura de petroleiro iraniano se receber garantias de que ele não vai para a Síria

Navio foi apreendido pela Marinha britânica no Mar Mediterrâneo, sob suspeitas de que tentava violar as sanções contra a Síria.

 

O ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, Jeremy Hunt, disse neste sábado (13) ao seu colega iraniano que o país facilitará a partida do navio petroleiro Grace 1 se Teerã der garantias de que a embarcação não irá à Síria.

O petroleiro foi apreendido pela Marinha britânica na costa do território ultramarino de Gibraltar, no Mar Mediterrâneo, sob suspeitas de que tentava violar as sanções contra a Síria.

O Irã exigiu a soltura da embarcação e nega que esteja levando petróleo para a Síria, em violação das sanções impostas pela União Europeia.

  • Reino Unido diz que Irã tentou bloquear navio petroleiro britânico

O assunto causou tensão na região do Golfo Pérsico, e o Reino Unido disse na quinta-feira (11) que afastou navios iranianos que tentaram bloquear um petroleiro britânico na área.

Hunt disse que a ligação com seu colega iraniano, Mohammad Javad Zarif, foi construtiva e que ele assegurou que o Irã deseja resolver o problema e não quer o aumento das tensões.

"Eu reafirmei nossa preocupação com o destino, não a origem, do Grace 1, e que o Reino Unido facilitará sua soltura se receber garantias de que ele não vai para a Síria, após os devidos processos nos tribunais de Gibraltar”, escreveu Hunt no Twitter.

O incidente ocorreu quase uma semana depois de fuzileiros navais britânicos abordarem um navio-petroleiro do Irã, o Grace 1, no litoral de Gibraltar na semana passada e o confiscarem devido à suspeita de que violava sanções da União Europeia transportando petróleo à Síria.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE