Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Pré-candidato à presidência dos EUA abandona corrida eleitoral

Seth Moulton é o quarto a desistir de concorrer; agora, são 21 os políticos que tentam a nomeação para disputar a eleição presidencial em 2020.

 
 -   /
/ /

O deputado dos Estados Unidos Seth Moulton, que disputava a nomeação para a candidatura dos democratas para a presidência, terminou sua campanha nesta sexta-feira (23). Ele disse que o Partido Democrata precisa decidir se pretende dar uma guinada para a esquerda.

"Apesar dessa campanha não estar terminado da maneira como eu esperava, estou deixando essa disputa com a noção de que nós levantamos temas que são de importância vital ao povo americano e nosso futuro", disse ele.

Moulton, 40, é um veterano da guerra no Iraque. Ele é do estado do Massachusetts. Ele não obteve a intenção de votos suficientes para poder participar dos debates.

"É evidente que agora é uma disputa entre três pessoas: (o ex-vice-presidente) Joe Biden, (a senadora) Elizabeth Warren e (o senador) Bernie Sander, e na verdade é um debate sobre quão esquerdista o partido deve ser", disse Moulton ao jornal "The New York Times".

Ele construiu a carreira política dele contestando o establishment do Partido Democrata, depois que a deputada Nancy Pelosi assumiu como líder no Parlamento. Ele não teve sucesso em sua estratégia.

Outras desistências

Esse não é o primeiro democrata a desistir de concorrer. O governador do estado de Washington, Jay Inslee, abandonou a disputa na quarta (21).

John Hickenlooper anunciou sua saída na semana passada, e, no começo de julho, Eric Swalwell.

De acordo com o "The New York Times", agora são 21 os pré-candidatos do partido.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE