Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Abrapa quer ter pelo menos 95% da produção nacional certificada até 2020

 
 -   /
/ /

A Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa) espera ter até 2020 quase toda a produção certificada segundo critérios de sustentabilidade e boas práticas. Atualmente, essa proporção está em 86% da colheita anual, o que confere ao país a posição de maior fornecedor global de fibra certificada, com 31% de participação no mercado, de acordo com estimativas da entidade.

“É para atender uma demanda que vem do consumidor. Para o mundo todo, a Europa, que são consumidores preocupados em, ao adquirir uma peça de algodão, não estará contribuindo com degradação, ter essa comprovação. A Abrapa vem trabalhando desde 2005 e hoje estamos em um processo de maturidade, com metas claras”, afirmou o diretor executivo da Abrapa, Marcio Portocarrero.

Portocarrero participou de painel de discussões sobre a sustentabilidade na cadeia produtiva da pluma no 12º Congresso Brasileiro do Algodão, realizado pela entidade, em Goiânia (GO). Explicou que a meta é ter pelo menos 95% da produção certificada. Segundo ele, é difícil chegar aos 100% porque a metodologia pressupõe o plantio por vários anos seguidos e existe uma parcela de produtores que podem semear a fibra em um ano e em outro não.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE