Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

'''Eu sempre fico laranja''', afirma Donald Trump sobre lâmpadas econômicas

Presidente norte-americano brinca sobre piadas com tom de pele alaranjado. Desregulamentação sobre uso de lâmpadas incandescentes levantou debate nos EUA.

 
 -   /
/ /

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, levou uma plateia de congressistas de Baltimore às gargalhadas na quinta-feira (12) ao afirmar que lâmpadas energeticamente econômicas são culpadas por ele aparecer com tom de pele alaranjado.

"A luz não é boa e eu sempre fico laranja", brincou.

O tom pouco usual da pele motivou uma série de sátiras ao presidente dos EUA, como no boneco inflável gigante utilizado por manifestantes em Londres. Ainda na campanha eleitoral, o republicano apareceu satirizado como uma batata laranja em um livro infantil.

Donald Trump discursa para congressistas republicanos em Baltimore (EUA) — Foto: Leah Millis/Reuters Donald Trump discursa para congressistas republicanos em Baltimore (EUA) — Foto: Leah Millis/Reuters

Donald Trump discursa para congressistas republicanos em Baltimore (EUA) — Foto: Leah Millis/Reuters

No discurso, Trump criticava o que chamou de "uso forçado" de lâmpadas energeticamente econômicas. Segundo o presidente norte-americano, esses produtos são "muito mais caros do que aquelas velhas lâmpadas incandescentes que funcionavam muito bem".

"E se elas [lâmpadas econômicas] se quebram, são consideradas lixo perigoso. Há gases dentro delas", disse o norte-americano.

Polêmica das lâmpadas

Lâmpadas podem contaminar o meio ambiente se descartadas de forma errada — Foto: Cláudio Nascimento / TV TEM Lâmpadas podem contaminar o meio ambiente se descartadas de forma errada — Foto: Cláudio Nascimento / TV TEM

Lâmpadas podem contaminar o meio ambiente se descartadas de forma errada — Foto: Cláudio Nascimento / TV TEM

No início do mês, segundo a emissora norte-americana CNN, o governo dos EUA desregulamentou uma série de normas sobre o uso de lâmpadas econômicas no país. A Casa Branca argumenta que os preços subiriam de maneira veloz se as medidas tomadas pela administração de Barack Obama não tivessem sido canceladas.

Ambientalistas, porém, acreditam que a revogação das normas terá efeito contrário: aumento nas contas de luz para casas e empresas, além de maior custo para as usinas geradoras de eletricidade.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE