Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Em Rio Branco, idosos e profissionais da saúde serão os primeiros a serem vacinados contra gripe

O município recebeu 16 mil doses da vacina que estarão em 52 postos estrategicamente distribuídos nos bairros da cidade e, também, no Terminal Urbano.

 
 -   /
/ /
ÁUDIOTEXTO PARA RÁDIOFoto - Campanha de vacinação H1N1 - Arte: Agência do Rádio

A primeira fase da campanha contra o Influenza terá início no próximo dia 23 de março e o Dia D será em 9 de maio. Rio Branco recebeu 16 mil doses da vacina que estarão em 52 postos estrategicamente distribuídos nos bairros da cidade e, também, no Terminal Urbano.

A decisão do Ministério da Saúde em iniciar por este público é mais uma medida de proteção, em especial aos idosos, já que a vacina é uma prevenção aos quadros de doenças respiratórias mais comuns e que dependendo da gravidade podem levar a óbito.

Esta priorização também é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem o diagnóstico para a Covid-19.

No Acre, o atendimento estará preparado para receber o público alvo conforme explica o coordenador da Vigilância Sanitária de Rio Branco, Félix Araújo.

“As pessoas, os idosos, profissionais de saúde que chegarem a essas unidades terão à disposição pias com água e sabão, álcool em gel e os profissionais estarão fazendo os atendimentos devidamente paramentados com máscaras para evitar o contato entendendo que a transmissão é feita através de gotículas.”

 A prefeitura de Rio Branco disponibilizou um call center para que a população possa tirar dúvidas, o número é 3227-3165 e a ouvidoria estará à disposição no número 3224-4269. A meta é vacinar no mínimo 90% do público-alvo em todo o período da campanha.

Este ano, a ordem da Campanha Nacional de Vacinação foi invertida pelo Ministério da Saúde contra o Influenza.

A vacinação será fragmentada em três frentes, iniciando dia 23, com o público já mencionado. A segunda fase da campanha, que começa dia 16 de abril, será voltada aos professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, além dos doentes crônicos.

A partir de 9 de maio, Dia D de vacinação, serão vacinadas as crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, mães no pós-parto, população indígena e portadores de condições especiais. A meta é vacinar no mínimo 90% do público-alvo em todo o período da campanha.

O epidemiologista da Fiocruz, Cláudio Maierovich explica o que é a influenza e a importância para que a população seja vacinada.

“O influenza é o nome científico da gripe. Muita gente pensa que gripe é uma doencinha, uma coisa simples, no entanto a gripe causada pelo vírus chamado influenza é uma doença que além de incomodar muito pode ser grave, todos os anos morre muita gente por influenza no Brasil e no mundo inteiro.”

Saiba mais sobre a campanha de vacinação contra o Influenza em saude.gov.br. 

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE