Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Município de Assis Brasil está com alta incidência de dengue

Até 14 de março deste ano 227 casos de dengue foram notificados no município

 
 -   /
/ /
ÁUDIOTEXTO PARA RÁDIOMinistério da Saúde

Dados da Secretaria de Estado de Saúde do Acre mostram que até 14 de março deste ano 227 casos de dengue foram notificados no município de Assis Brasil.

Segundo as autoridades em Saúde, a situação é preocupante. O município tem a segunda maior taxa de incidência de todo o estado, com mais de 3 mil casos por 100 mil habitantes. 

Para tentar reverter a situação, a Secretaria de Saúde de Assis Brasil faz campanha de combate ao mosquito e de conscientização da população. Os agentes de saúde e de endemia, em parceria com o Exército, visitam as casas dos moradores do município e pedem que limpem os quintais das residências, locais em que pode haver proliferação dos criadouros do Aedes aegypti.

Márcia Andréa Morais, Chefe do Núcleo de Doenças de Transmissão Vetorial da Secretaria de Estado de Saúde do Acre, pede à população que ajude no combate ao mosquito. Segundo ela, ações simples, como armazenar água em recipientes fechados, limpar o quintal e acondicionar o lixo corretamente podem fazer a diferença. 

“Nós temos um grande problema que é a pouca adesão da população às ações de prevenção e controle. A maioria das pessoas sabe o que fazer para se prevenir das arboviroses e para evitar que o mosquito se prolifere. No entanto, não toma os cuidados mínimos necessários para que isso não aconteça."

O Acre está em situação de alerta por causa do surto de dengue, de acordo com o Ministério da Saúde. Os números mais recentes da Secretaria de Saúde do estado apontam que mais de 5,6 mil casos foram notificados neste ano. A taxa de incidência é de 642,6 casos para cada grupo de 100 mil habitantes. Apenas Paraná e Mato Grosso do Sul apresentam maiores taxas de incidência.

Dos 22 municípios do estado, oito estão com alta incidência de dengue: Cruzeiro do Sul, Assis Brasil, Rodrigues Alves, Mâncio Lima, Tarauacá, Xapuri, Epitaciolândia e Brasiléia. Esses municípios registram mais de 300 casos por 100 mil habitantes. Outros oito municípios estão com média e seis estão com baixa incidência da doença.

O coordenador-geral de vigilância em Arboviroses do Ministério da Saúde, Rodrigo Said, dá dicas de prevenção que a população deve fazer periodicamente para diminuir os criadouros do mosquito da dengue. 

“A gente chama a população para participar efetivamente para reduzir os criadouros dentro do seu domicílio. Então, é importante estar atento à caixa d’água, se ela está aberta ou não, a limpeza das calhas, a verificação constante da presença de água em bandeja de ar-condicionado, geladeira, dos pratinhos de vasos de planta. Acondicionar adequadamente aqueles produtos que estão nos quintais, como garrafas, latas, que podem ser utilizadas.”

De acordo com a Secretaria de Saúde de Assis Brasil, as ações de prevenção e combate ao Aedes aegypti continuam. A partir desta segunda-feira (23), os funcionários do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) local vão intensificar a coleta de lixo nas residências. A iniciativa visa eliminar focos de dengue.

A luta contra o Aedes não pode parar. E você? Já combateu o mosquito hoje? A mudança começa dentro de casa. Proteja a sua família. Para mais informações, acesse saude.gov.br/combateaedes.

Arte: Agência do Rádio

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE