Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Bares e restaurantes de Mojuí dos Campos são visitados pela Vigilância Sanitária e Polícia Militar

De acordo com o decreto estadual, estabelecimentos comerciais devem permanecer fechados.

 
 -   /
/ /

Durante a noite de sábado (21) e madrugada deste domingo (22) foram fiscalizados estabelecimentos das áreas urbanas e rural, como bares, pizzarias, lanchonetes e restaurantes em Mojuí dos Campos, no oeste do Pará. A operação ocorreu em cumprimento às recomendações do decreto estadual para evitar aglomeração de pessoas por conta do coronavírus.

A ação foi realizada pelas equipes da Vigilância Sanitária e Policiais Militares e teve como intuito levar orientações e recomendações sobre a doença. Em Mojuí dos Campos, não há casos suspeitos, nem confirmados de coronavirus.

De acordo com o delegado de Polícia Civil, Gustavo Ceccagno, dois estabelecimentos foram fechados, mas no mais, tudo seguiu a normalidade que a situação implica estando o povo e a comunidade de Mojuí dos Campos cientes e orientados sobre o risco e cuidados da situação atual”, disse.

No total, foram visitados quatro bares, duas distribuidoras, uma loja de conveniência, duas pizzarias e quatro lanchonetes.

Donos de estabelecimentos de Mojuí dos Campos receberam orientações — Foto: Vigilância Sanitária/Divulgação Donos de estabelecimentos de Mojuí dos Campos receberam orientações — Foto: Vigilância Sanitária/Divulgação

Donos de estabelecimentos de Mojuí dos Campos receberam orientações — Foto: Vigilância Sanitária/Divulgação

Segundo o fiscal da Vigilância Sanitária, Alex Falabelo, algumas pessoas não possuem o conhecimento sobre a situação do município, no que diz respeito aos decretos municipais e estaduais.

“Daí a finalidade da Secretaria de Saúde representada pela Vigilância em Saúde e Polícia se juntar para fazer esse trabalho de orientação nos estabelecimentos, para evitar a aglomeração de pessoas nesses locais, e assim tentar controlar uma possível aparição da doença no município”, explica.

Os estabelecimentos visitados foram orientados a fechar ou continuar funcionando na modalidade delivery, sem que houvesse consumo no local, o que já está previsto no decreto estadual.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE