Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

2º dia de campanha contra a gripe registra falta de vacina locais da Grande Belém

Uma corrida aos pontos de imunização tem sido registrada. No entanto, a campanha segue até o dia 22 de maio, em mais de 5 mil locais no Pará.

 

O segundo dia de campanha contra a gripe, realizado nesta terça-feira (24), registrou falta de vacina em Belém e Ananindeua, na Grande Belém. Uma corrida aos pontos de imunização tem sido registrada. No entanto, a campanha segue até o dia 22 de maio, em mais de 5 mil locais no Pará. Na Região Metropolitana de Belém, não 32 postos extras exclusivos para pessoas acima de 60 anos.

  • Veja quais são os pontos extras da campanha de vacinação contra gripe

Idosos que saíram de casa e se aglomeraram em postos de saúde em Ananindeua reclamaram bastante. A Secretaria Estadual de Saúde (Sespa) informou que o reabastecimento das vacinas ocorrerá ao longo da semana. A Sespa reforçou que o calendário para pessoas acima de 60 anos e profissionais da saúde segue até o dia 15 de abril e que a procura pela vacina ocorreu de forma simultânea, porque a maioria das pessoas pensava que a vacinação só fosse acontecer num único dia. A Sespa informa que haverá vacina para todos.

Já a Secretaria de Saúde de Ananindeua disse que hoje à tarde as unidades de saúde foram abastecidas e que a partir de amanhã a população já pode ir aos postos para se vacinar. A secretaria pediu ainda que as pessoas evitem a aglomeração, pois todos serão vacinados.

Em Belém também teve reclamação por causa da falta de vacina contra a gripe na unidade básica de saúde localizada na travessa Pirajá, no bairro da Pedreira. Foram distribuídas apenas 200 doses, o que causou reclamação entre quem foi em busca da imunização nesse segundo dia de campanha. Algumas pessoas relataram que o problema teria se repetido na segunda (23). Só no meio da manhã, por volta das 10h, mais 400 doses foram enviadas a unidade. Alguns pacientes foram inclusive atendidos dentro dos carros.

A Secretaria de Saúde de Belém informou que, por causa da procura acima do esperado, a quantidade de vacinas programada para a unidade de saúde terminou antes do horário, mas que o problema já resolvido.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE