Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Hospital Regional promove campanha de higienização das mãos em Marabá

 
 -   /
/ /

Manter as mãos limpas é a principal forma se proteger do novo coronavírus

Lavar as mãos é um hábito simples de higiene, porém bastante eficaz no combate de várias doenças, entre elas o novo coronavírus (Covid-19). Atento ao momento de pandemia da nova doença, o Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá (PA), gerenciado pela Pró-Saúde, inicia nesta quinta-feira (26) uma grande campanha de Higienização das Mãos. A ação será permanente, e tem como objetivo conscientizar usuários e colaboradores sobre a importância de se lavar as mãos da forma correta.

O tema é abordado periodicamente na unidade, com a realização de campanhas. Elas contribuem para a sensibilização sobre o compromisso de higienização das mãos, que representa uma das principais medidas contra as popularmente conhecidas infecções hospitalares, e extremamente eficiente no combate da pandemia do coronavírus.

Para Érica Nascimento, enfermeira da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) do HRSP, é importante conscientizar e ressaltar que as mãos são consideradas a principal via de contaminação, pois podem transferir, de uma superfície para outra, por meio do contato direto (pele com pele), ou indireto (pelo contato com objetos contaminados), diversos tipos de micro-organismos, entre eles o Covid-19.

"Vamos conscientizar nossos colaboradores, usuários e acompanhantes, sobre a necessidade da higienização das mãos com água e sabão, bem como sobre o uso do álcool gel. Haverá demonstração da técnica adequada, em todos os setores da unidade, nos períodos da manhã, tarde e noite. Será uma ação permanente sobre a lavagem das mãos na unidade até essa pandemia passar", reitera Érica.

O Regional de Marabá é uma unidade do governo do Estado do Pará, que presta atendimento 100% gratuito, referência em atendimento de média e alta complexidades para 22 municípios paraenses.

Dicas de Higienização
Lavar ou higienizar: qual a diferença entre os dois?
O termo "higienização das mãos" possui maior abrangência, já que engloba tanto o uso de água e sabonete, quanto a aplicação de preparações alcoólicas (gel ou solução).

Por que higienizar as mãos é importante?
Usamos as mãos praticamente para tudo que fazemos e a pele é um reservatório de diversos micro-organismos. Assim, elas são um veículo eficiente para a transmissão de infecções e bactérias.

Água com sabonete ou preparações alcoólicas: o que usar?
A higienização das mãos com preparações alcoólicas e com água e sabão são igualmente eficazes. Porém, quando as mãos estiverem visivelmente sujas, água e sabão deverão ser utilizados.

Quando higienizar as mãos?

Em casa: Há várias situações em que a higienização de mãos é obrigatória, como antes, durante e depois do preparo de qualquer alimento; antes de tocar em qualquer coisa que vá à boca do bebê; antes e depois de pegar em uma pessoa doente; após coçar ou assoar o nariz; antes e depois das refeições; após ir ao banheiro; antes e depois de tratar algum machucado ou ferimento; depois de trocar fraldas ou ajudar uma criança a se limpar; depois de tocar, alimentar ou limpar um animal; depois de manipular a comida ou objetos de seu gato ou cachorro e depois de tocar no lixo.

No hospital: Ao chegar ao quarto do paciente para visitá-lo, higienize as mãos para não trazer micro-organismos de fora. Ao sair do quarto, também. Se for participar de algum cuidado ao paciente, lembre-se de que é necessário higienizar as mãos antes e depois do contato.

Sobre a Unidade
O Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP) é referência em atendimento de média e alta complexidades para 22 municípios paraenses. A unidade conta com 115 leitos, sendo 77 de Unidades de Internação e 38 de Unidades de Terapia Intensiva. Possui perfil cirúrgico e habilitação em Traumato-ortopedia pelo Ministério da Saúde, oferecendo atendimento gratuito em diversas especialidades, entre elas Cardiologia, Cirurgia Buco-maxilo-facial, Cirurgia Pediátrica e Neurocirurgia, além de um Centro de Hemodiálise com 22 máquinas. A unidade é gerenciada pela Pró-Saúde, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (SESPA).

Sobre a Pró-Saúde
A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 24 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE