Artigos

Artigos

Fechar
PUBLICIDADE

Artigos

Filhos em casa e cuidados com o Covid-19

 
 -   /
/ /

Esse ano tem sido diferente em vários aspectos em relação ao ano escolar por conta do Covid-19. A Unesco anunciou que metade dos estudantes do mundo, ou seja, mais de 850 milhões de crianças e adolescentes, estão sem aulas devido à pandemia de coronavírus. Com as crianças em casa, os pais muitas vezes não sabem o que fazer para estimulá-las em relação ao estudo.

A apresentadora Angélica durante esse período de quarentena com os filhos postou uma foto estudando com eles. Uma ideia interessante para os pais, é justamente isso, tentar reforçar com seus filhos o conteúdo escolar que foi ensinado nesse período de ano letivo, reforçando os deveres feitos em sala com o professor.

Outro aliado nesse momento é o Youtube, diversos professores publicam conteúdos importantes, com metodologias e formas diferentes de ensinar. Uma boa sugestão também é estimular a leitura, com o uso de instrumentos como: palavras cruzadas, entre outros. Há também, diversos aplicativos que trabalham matérias como matemática, mas sempre de uma forma mais lúdica.

Outra opção, são atividades em que os pais ou cuidadores estimulem os pequenos com brincadeiras. Faça atividades para estimulação corporal (correr, pular, pega-pega, pular corda), brincadeiras com jogos de tabuleiro e faz de conta. Uma dica importante, é também incluir as crianças na rotina de casa, como ajudar nos afazeres domésticos, fazer um bolo, rosquinhas, fazer brinquedos com sucatas. Enfim, opção não falta.

Como elas estão mais tempo em casa, podem querer ficar mais tempo na internet. O tempo ideal para as maiores de 6 anos seria por volta de duas horas, no tempo direto ou intercalado. É muito importante combinar com ela e não tirar os eletrônicos da criança de uma hora para outra, pois isso pode causar situações conflitantes e frustrantes. Quando for chegando a hora de desligar, avise que está quase na hora.

Aproveite ainda esse período para falar sobre a importância da higiene como forma de se prevenir para não contrair a Covid-19. Estimule o contato deles com os avós e tios mais velhos utilizando da tecnologia. Ensine a importância de não estar nesse momento presente fisicamente, mas que utilizem da internet para que os mais velhos não se sintam sozinhos.

(*) Cofundadora do Instituto NeuroSasber, Luciana Brites é autora de livros sobre educação e transtornos de aprendizagem, palestrante, especialista em Educação Especial na área de Deficiência Mental e Psicopedagogia Clínica e Institucional pela UniFil Londrina e em Psicomotricidade pelo Instituto Superior de Educação ISPE-GAE São Paulo, além de ser Mestranda em Distúrbios do Desenvolvimento pelo Mackenzie e coordenadora do Núcleo Abenepi em Londrina.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Artigos

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE