Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Brasil não está fazendo o número suficiente de testes contra a Covid-19, alerta OPAS

Marcos Espinal, diretor para doenças transmissíveis, disse que a entidade está preocupada com o Brasil e que a situação do país é delicada .

 
 -   /
/ /

O diretor para doenças transmissíveis da Opas, Marcos Espinal, declarou nesta terça-feira (2) que a entidade está "preocupada" com o Brasil na pandemia de Covid-19 e afirmou que a situação do país é "delicada". A entidade é o braço regional da OMS nas Américas.

"A situação no Brasil é delicada e estamos muito preocupados, porque o que temos visto é um aumento nos casos, aumento na mortalidade na última semana. As medidas de mitigação precisam continuar a ser implementadas", afirmou Espinal.

"Não podemos generalizar, porque o Brasil é um país vasto, e os estados são diferentes. Os governadores precisam contiuar a implementar as medidas", afirmou.

"O Brasil ainda não está fazendo o número suficiente de testes. Melhorou – cerca de 4.430 testes para cada 1 milhão de habitantes. Existem países fazendo 25 mil, 20 mil, 15 mil testes para cada um milhão. Então é imperativo que os testes aumentem", pontuou.

"Estamos vendo no Brasil que a ocupação de leitos de UTI está muito preocupante em alguns estados, como Ceará, Amapá, Maranhão. É importante que o Brasil adote ações nesses estados para habilitar mais leitos", declarou Espinal.

"Temos altas taxas [de casos] nos estados do Norte e Nordeste, mas também temos mais de 100 mil casos nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro", lembrou Espinal. "As próximas semanas serão cruciais para o Brasil, e vão depender de como o pacote de ações é implementada".

Vários estados brasileiros anunciaram flexibilizações das medidas de restrição social nos últimos dias, em uma época em que a maior parte do país tem alta na circulação de vírus respiratórios, segundo séries históricas da Fiocruz.

Até esta terça-feira (2), o Brasil tinha mais de 30 mil mortos pela Covid-19, segundo levantamento feito pelo G1 junto às secretarias estaduais de Saúde.

Avanço da pandemia e alerta para reabertura

Estudo da Fiocruz diz que não é a hora de flexibilizar o isolamento social

Estudo da Fiocruz diz que não é a hora de flexibilizar o isolamento social

Espinal pontuou, ainda, o aumento do número de cidades brasileiras que registraram casos de Covid-19.

"Na úiltima semana, o aumento dos casos foi de 144%. A mortalidade aumenta. Mas, além disso, o número de municípios que estão reportando casos, nas duas semanas entre 11 e 25 de maio, aumentou 168%", disse.

Já a diretora-geral da Opas, Carissa Etienne, alertou os países sobre os riscos de retomarem atividades econômicas em meio à pandemia de Covid-19.

"Pensem duas vezes antes de suspender medidas de distanciamento social", disse a líder da entidade, que é o braço regional da OMS nas Américas.

Etienne recomendou aos países que não reabram a economia rápido demais – ou correm o risco de perder os avanços conseguidos durante o isolamento.

América do Sul não chegou ao pico, diz OMS

22 de maio: duas mulheres aguardam comida trazida por servidores municipais dada a famílias economicamente afetadas pela pandemia de Covid-19 em Santiago, no Chile. — Foto: Martin Bernetti/AFP

Na segunda-feira (1º), o diretor de emergências da OMS, Michael Ryan, alertou que a situação da pandemia na América do Sul está "longe de ser estável", e que não acredita que a região tenha chegado ao pico da pandemia.

Ele ressaltou que, entre os dias 31 de maio e 1º de junho, 5 países das Américas estavam entre os dez que mais reportaram casos em 24 horas. O Brasil foi o que teve mais registros, seguido dos Estados Unidos. O Peru ficou em quinto lugar; o Chile, em sexto; e o México, em oitavo.

Países com mais casos reportados à OMS entre 31/05 e 01/06

Fonte: OMS deslize para ver o conteúdo

A organização também já havia alertado que a América do Sul se tornou o epicentro da pandemia.

CORONAVÍRUS

  • VÍDEOS: Coronavírus: perguntas e respostas

  • GUIA ILUSTRADO: sintomas, transmissão e letalidade

  • Veja o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus

  • Manual das máscaras: como fazer, como usar e a importância do uso

  • Como se prevenir do coronavírus?

  • Coronavírus, Covid-19, Sars-Cov-2 e mais: confira os termos da pandemia

  • Saiba quais os sintomas do coronavírus e quando procurar um médico

  • Veja quais são os grupos mais vulneráveis ao coronavírus e por quê

  • TIRA-DÚVIDAS: saiba como são os testes e as pesquisas sobre remédios e vacinas

  • Guia para vida em casa: G1 lista dicas para o isolamento social

  • Veja perguntas e respostas sobre medidas econômicas na crise do coronavírus

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Mundo

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE