Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Furacão Isaías passa pelas Bahamas e segue rumo à Flórida

Na chegada ao estado americano, espera-se que o furacão de categoria 1 evolua para o nível 2, com ventos acima dos 154 km/h.

 
 -   /
/ /

O furacão Isaías causou fortes rajadas de ventos nas Bahamas neste sábado (1), enquanto segue rumo à Flórida. O fenômeno é aguardado com medo no estado americano, que passa por uma complicada situação na saúde, com recorde de mortos por coronavírus.

De categoria 1 e com ventos sustentados de até 130 km/h, o furacão ganhou força na noite de quinta-feira (30) ao passar pela República Dominicana. Em Porto Rico, causou inundações, deslizamentos e deixou milhares de pessoas sem energia elétrica.

Na chegada à Flórida, espera-se que o Isaías evolua para a categoria 2, com ventos acima dos 154 km/h.

Apesar de a tormenta ter virado ligeiramente a oeste e entrando no mar, setores da costa oriental do estado americano seguem em alerta, em particular em torno da região de Palm Beach, 115 km ao norte de Miami.

Furacão Isaías vai em direção à Flórida — Foto: Reprodução/NOAA

O governador Ron DeSantis informou ter declarado emergência nos condados da costa leste do estado. Ele também recomendou à população que "permaneça vigilante" e pediu aos moradores para garantirem que "tenham um plano de comida, água e remédios para sete dias".

Já o prefeito de Miami-Dade, Carlos Giménez, disse que o condado possui 20 abrigos que ainda não foram ativados.

Furacão e pandemia

Giménez disse que, em caso de os abrigos serem necessários — instalados normalmente em ginásios escolares —, as pessoas que testarem positivo para o coronavírus serão albergadas nas salas de aula, uma área que geralmente não se habilita.

"Sim, temos que tomar precauções adicionais devido ao Covid-19", disse, informando que foram distribuídas máscaras e desinfetantes.

Os centros de testagem para a COVID-19 na Flórida estão fechados desde quinta-feira até que seja seguro reabri-los, já que as estruturas de campanha podem não resistir aos ventos de uma tempestade tropical.

O estado alcançou na sexta-feira um novo recorde ao registrar 257 mortos por coronavírus para um total de 6.843 óbitos e 470.386 infectados.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Mundo

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE