Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Após tentar fazer prova de vida no INSS no PA, idoso reencontra filho 30 anos depois de ter deixado o Espírito Santo

João Pereira da Silva ficou preso em Santarém PA e não conseguiu fazer o procedimento no INSS. Ele recebeu acolhimento social, foi diagnosticado com Covid-19, e as equipes fizeram buscas pelos familiares.

 
 -   /
/ /

O destino é escrito a cada dia, aproximando e afastando as pessoas no decorrer do tempo. Em meio a pandemia da Covid-19, uma história que parecia já ter o final escrito, teve uma reviravolta. Um idoso de 83 anos, que morava no Pará, reencontrou o filho no Espírito Santo, após ter deixado o estado natal há 30 anos.

Natural do estado do Espírito Santo, João Pereira da Silva morava no município de Rurópolis, sudoeste paraense, e precisou fazer a prova de vida na unidade do INSS que fica na cidade de Santarém, região oeste. O benefício havia sido suspenso.

Entretanto, o idoso não conseguiu fazer o procedimento e devido as medidas restritivas para conter o avanço da Covid-19 nos municípios, o idoso realizou o procedimento mas não pôde voltar para casa. Ele ficou "preso" em Santarém.

“Aqui, eu fiquei em uma situação difícil, fiquei doente, sem dinheiro e tive que ficar nas ruas, sem ter como voltar para a cidade onde morava”, contou o idoso.

O idoso foi levado levado pela assistência social da prefeitura de Santarém ao Serviço de Acolhimento Emergencial Temporário para Pessoas em Situação de Rua, um acolhimento temporário, implantando para abrigar temporariamente pessoas em situação de rua durante a pandemia.

Diagnóstico da Covid-19 e o reencontro

Quando acolhido, João apresentou os sintomas do novo coronavírus e foi encaminhado ao hospital para receber tratamento. Enquanto isso, a equipe do acolhimento iniciou um levantamento sobre os familiares e encontrou o filho Sostines Dias da Silva, morador do Espírito Santo, terra que o pai João havia deixado há mais de 30 anos e perdido todos os contatos.

Depois de ter o diagnóstico da Covid-19 e receber o tratamento, o idoso teve alta médica e continuou sob os cuidados das equipes assistenciais, mas agora vivendo em acolhimento em uma comunidade terapêutica.

O idoso de 83 anos ficou em comunidade terapêutica após receber alta do hospital — Foto: Agência Santarém/Divulgação

Uma força tarefa liderada pela Semtras e o Centro Regional de Governo do Baixo Amazonas foi montada para promover o reencontro entre pai e filho.

A viagem para o Espírito Santo ocorreu na terça-feira (11), seguindo todos os protocolos dos órgãos de saúde. João foi acompanhado por três jovens moradores da comunidade terapêutica que se voluntariaram em cuidar dele durante toda a viagem.

“Nos sentimos felizes em promover esse reencontro familiar. Além da história do seu João, temos muitas outras histórias felizes para contar", disse a secretária de assistência social de Santarém, Celsa Brito.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE