Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Alcione faz décima live e diz que mudou de ideia sobre formato: '''No início deu muita preguiça'''

Ela canta neste sábado 15 , a partir das 18h, no palco do Vivo Rio com transmissão do show a R$ 10: Fui aprendendo como funciona esse mundo novo e gostei demais da experiência.

 
 -   /
/ /

"Passo muito álcool em gel na mão e lembro todo mundo de usar máscara na rua. Eu sou do grupo de risco, não posso bobear." É assim, com bastante cautela, que Alcione enfrenta os tempos de pandemia do novo coronavírus.

Em casa desde o início do distanciamento social, a cantora encontrou nas lives uma forma de matar a saudade do que mais gosta de fazer: cantar para o seu público. Neste sábado (15), Alcione sobe ao palco do Vivo Rio ao lado da Banda do Sol para uma live.

"Dessa vez, a live tem um formato diferente, com banda me acompanhando e tudo. É bom que dá para matar a saudade desses meses que estamos todos distantes. O povo vai sentir isso de casa, essa emoção de show, sabe?", diz Alcione ao G1. Ela completa 48 anos de carreira e a décima live no período da pandemia.

"No início deu muita preguiça de fazer live, porque eu gosto mesmo é de contato com o público. Acho que todo artista gosta disso e sente falta. Mas também sentia falta de seguir cantando. Fui aprendendo como funciona esse mundo novo e gostei demais da experiência", conta ela.

Amigos do telefone, haters da internet

Aos 72 anos, Alcione mantém contato com os amigos pelo telefone e evita sair de casa. "Não sinto falta da rua, a minha rotina sempre foi dentro de casa. Ligo para saber quem está se cuidando... Às vezes, é aquele amigo que está precisando bater um papo, afastar a solidão. Mas isso tudo vai passar. A gente precisa ter fé."

Aos 72 anos, Alcione completa 48 anos de carreira e 42 discos lançados — Foto: Marcos Hermes / Divulgação

Se o telefone é um aliado, a internet ainda é um mundo um pouco desconhecido para a Marrom. Ou nem tanto. "Não sou uma boa internauta. Até acompanho algumas coisas, porque é uma ferramenta que passa informação e precisa ser usada para o bem."

"Vejo muitos comentários cruéis, não gosto de interagir com isso. Mas nada disso me afeta, porque comigo o buraco é mais embaixo. Não me preocupo se for preciso perder meu Instagram. Vou responder o que tiver que responder."

Novo álbum e a história de vida

Em seu novo álbum, "Tijolo por tijolo", lançado em maio, Alcione diz que viu a síntese da sua vida e da sua carreira feita em música. "Fui conquistando com um passo de cada vez, degrau por degrau, e hoje estou aqui. Foi um tijolo por vez e tenho muito orgulho da minha história e o que esse disco representa", conta ela, fazendo referência à canção que dá título ao álbum.

Com composições de Toninho Gerais, Serginho Meriti e Jorge Vercillo, entre outros, o álbum é o 42º da cantora maranhense, que ficou sete anos sem lançar uma música inédita.

"Liguei para alguns dos meus amigos compositores e as músicas começaram a chegar. Tem artista que escreve e a música é fatal. Ganha seu coração de primeira. E eu tive oportunidade de reunir grandes compositores que me apresentaram músicas inesquecíveis."

Para a live deste sábado, além das músicas recém-lançadas, os grandes clássicos não vão faltar. De "Juízo Final" a "Você me Vira a Cabeça". A live custa R$ 10, com arrecadação para distribuição de vales-refeições às famílias dos profissionais do entretenimento.

"Para mim não vai ter a distância de uma transmissão ao vivo. Vai ser como se a plateia estivesse lotada, me vendo de perto. Sei que vai estar todo mundo me assistindo."

Alcione canta 'Gostoso Veneno' no Fantástico

Alcione canta 'Gostoso Veneno' no Fantástico

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Variedades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE