Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Moradora que perdeu casa em incêndio em Belém no dia do casamento reencontra gatas desaparecidas

Luciana de Souza foi uma das 27 pessoas desabrigadas pelo incêndio de grandes proporções que atingiu o bairro de Fátima. Ela achava que os animais haviam morrido no desastre.

 
 -   /
/ /

Luciana de Souza, uma das 27 pessoas desabrigadas pelo incêndio de grandes proporções que atingiu quatro casas no bairro de Fátima, em Belém, teve um momento de felicidade na tarde desta sexta-feira (14). Ela reencontrou as duas gatas de estimação, que estavam desaparecidas desde o incêndio. Luciana achava que os animais tinham morrido carbonizados no desastre.

"Eu nem dormi ontem pensando nisso. Eu pedi muito a Deus que eu pudesse voltar aqui e encontrar as minhas filhas vivas. Graças a Ele, isso aconteceu", conta Luciana emocionada com o reencontro.

Luciana diz que foi um susto quando descobriu que a casa havia sido tomada pelas chamas. Na hora do ocorrido, ela conta que a maior preocupação era com os animais de estimação, que estavam trancados no imóvel.

"Eu consegui salvar meu cachorro, mas não encontrei as minhas filhas. Achei que tivessem morrido queimadas. Mas ainda bem que consegui encontrá-las hoje", comemora.

O reencontro com os bichinhos foi um momento de alegria em meio ao desastre. No dia do incêndio, a moradora conta que comemorava o dia do casamento na rua de trás. Mesmo terminando a comemoração às pressas, ela diz que conseguiu recuperar poucas coisas.

Incêndio no bairro de Fátima — Foto: Reprodução/ TV Liberal

“Eu casei hoje, estava comemorando esse momento. A ‘sorte’ que estávamos todos na casa da minha tia. Aí começaram a gritar ‘fogo’, ‘fogo’. Só que é na outra rua, aí a gente correu, de curioso, pra saber onde era”, relata.

As chamas se espalharam rapidamente por volta das 19h30 da última quinta (13). Oito viaturas do Corpo de Bombeiros foram acionadas. Uma perícia foi realizada na manhã desta sexta. Policiais militares precisaram retirar algumas pessoas, que se arriscavam tentando recuperar pertences.

O caso é o terceiro incêndio em uma semana. Não houve feridos, mas moradores chegaram a se arriscar para salvar pertences. Muitos ainda foram saqueados no momento da queimada. Em uma das residências, um grupo de oração foi surpreendido pelo fogo.

Solidariedade

De acordo com Defesa Civil, foi realizado um levantamento nas residências e, após vistoria técnica, as famílias devem ser encaminhadas para receber benefícios da prefeitura municipal.

Para arrecadar doações às vítimas, o órgão possui dois espaços de coleta:

  • um na av. Pedro Miranda com tv. Pirajá, no bairro da Pedreira;
  • outro próximo ao local do incêndio, na rua Diogo Móia, entre travessas Três de Maio e Antonio Baena.

Doações também pode ser feitas na sede da Escola de Samba da Matinha, que fica na tv. Castelo Branco, Nº 120.

Produtos de higiene pessoal, roupas, calçados e alimentos não perecíveis são os itens mais necessários pelas famílias.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE