Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Ufopa começa Período Letivo Especial para alunos concluintes na segunda-feira, 17

O período vai até o dia 3 de outubro com o objetivo de possibilitar a conclusão da graduação dos estudantes que já integralizaram 80% dos seus respectivos cursos.

 
 -   /
/ /

A partir de segunda-feira (17) a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) começa o Período Letivo Especial (PLE), organizado pela Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Proen), para os alunos concluintes.

O período vai até o dia 3 de outubro com o objetivo de possibilitar a conclusão da graduação dos estudantes que já integralizaram 80% dos seus respectivos cursos. O PLE é facultado a docentes e só poderão realizá-lo os discentes que estão em fase de conclusão.

O PLE será oferecido de maneira remota, como nos informou a pró-reitora de Ensino de Graduação da Ufopa, professora Solange Ximenes. “Significa dizer que não serão realizados encontros presenciais na universidade. Será respeitada a autonomia do docente para propor estratégias didático-pedagógicas e recomendamos que elas sejam planejadas tendo em vista as condições dos estudantes para realizá-las”, destacou a pró-reitora.

Para que os estudantes tenham acesso às aulas remotas, a Ufopa disponibilizou um auxílio financeiro para aquisição de pacotes de dados de internet, a partir do edital nº 13/2020, da Pró-Reitoria de Gestão Estudantil (Proges) — conferir aqui no site da Proges.

“Temos clareza que eles podem vir a ter outras dificuldades. Pensando nisso, a Resolução nº 325, que cria o Período Letivo Especial, flexibiliza alguns procedimentos acadêmicos, dentre eles o não registro no histórico escolar de um eventual insucesso do discente. Essa é uma grande inovação”, acrescentou Solange Ximenses.

Outra novidade aprovada na Resolução 325 diz respeito à possibilidade de uma oferta ser realizada por até três docentes. De acordo com a pró-reitora, “os professores poderão, em parceria, elaborar planos de acompanhamento dos discentes e avaliar as potencialidades das práticas implementadas. Isso possibilita a troca de experiências e favorece o desenvolvimento de propostas interdisciplinares”.

Todas essas ações serão avaliadas pelos colegiados dos cursos, conforme o artigo 13 da Resolução nº 325, de modo que possam orientar o planejamento da universidade para a realização dos próximos semestres letivos, ainda sem data definida.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE