Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Como MC Niack, 17 anos, encarou a depressão e chegou ao topo das paradas e à playlist de Neymar

G1 conta a história do jovem de Ribeirão Preto que enfrentou uma depressão, aprendeu a produzir músicas sozinho, foi atrás de parcerias pela internet e hoje supera Anitta nas paradas.

 
 -   /
/ /

Antes da semifinal da Champions League entre o PSG e o RB Leipzig, Neymar chegou ao estádio e o MC Niack chorou. O cantor de 17 anos se emocionou ao notar, pela TV, que o ídolo desceu do ônibus escutando sua música, "Oh Juliana".

Neymar é mais um brasileiro que ouve os funks do cantor de Ribeirão Preto (SP). Niack desbancou Anitta e já teve duas músicas no primeiro lugar das paradas.

Conheça acima, no podcast G1 Ouviu, a história de Niack.

A história mostra as dores e as alegrias de ser adolescente hoje. Em 2019, Niack não conseguia nem sair de casa por ansiedade social. Em 2020, se reinventou como músico em parcerias pela internet e acertou em cheio no app de vídeos do momento, o TikTok.

Sem nunca ter subido ao palco, MC Niack desbancou Anitta no Spotify com 'Oh Juliana' — Foto: KondZilla/Divulgação

Até o início de 2020, Davi Alexandre Magalhães de Almeida não tinha nenhuma música lançada e trabalhava numa fábrica de suplementos alimentares para ajudar a mãe, que trabalha como empregada doméstica em Ribeirão Preto (SP).

Ele tinha saído da escola. "Essa época foi bem difícil para mim", ele conta. "Eu não conseguia conversar com ninguém. Não saía para a rua. Só dentro de casa mesmo, só dentro de casa."

"Era coisa que eu criava na minha cabeça, paranoia. Também questão de autoestima. Eu ficava criando essas coisas na minha cabeça. 'Ah, não vou sair não. As pessoas estão olhando para mim. Estão vendo defeito em mim.'", ele lembra.

'O negócio é o futuro'

Niack procurou ajuda psicológica e recebeu um conselho para superar a ansiedade. "''O que aconteceu no passado fica no passado. O negócio é o futuro'. E eu acatei o que eles falaram", ele lembra.

Após sucesso de 'Na Raba Toma Tapão', MC Niack sonha em melhorar a vida da família — Foto: KondZilla/Divulgação

Uma das coisas que ele fazia era ouvir música e prestar atenção no trabalho de bons produtores de funk, como Yuri Martins, DJ Perera e DJ W. Ele começou a entrar em contato com DJs pela internet.

Mesmo sem respostas, ele pegou bases de um DJ de Belo Horizonte, Markim WF, colocou seus vocais e publicou na internet. Markim ouviu, gostou, e eles passaram a conversar. Foi assim que surgiu o funk "Na raba toma tapão".

  • Saiba mais sobre o encontro de Niack e Markim WF

'Mandelão' e memes

Niack também tinha feito contato com o dono de uma página de vídeos, Léo Memes, e começou a divulgar seu trabalho no canal. Com isso, as faixas foram chegando em outras redes, como o Instagram e o TikTok, cada vez mais popular.

MC Niack (esquerda) e DJ Markim WF — Foto: Arquivo Pessoal

No final de maio, a música feita via mensagem direta no Instagram por Niack e Markim WF chegou de surpresa ao primeiro lugar nas paradas de streaming no Brasil. Só saiu um mês depois, tirada por "Desce pro play", de Anitta.

Como se não bastasse, Niack em seguida desbancou Anitta e conseguiu seu segundo hit em 1º no Brasil, "Oh Juliana". A faixa também foi feita à distância, produzida pelo DJ Léo da 17 e por Two Maloka.

  • Como o TikTok está mudando a forma de fazer música no Brasil

As faixas têm base de "funk mandelão", nome que se dá hoje às produções cruas, "de rua", sem o acabamento mais elaborado de funks comerciais como de Anitta, por exemplo.

No início de agosto, as duas músicas faziam uma dobradinha como as mais tocadas do Brasil no YouTube. Mas, entre milhões de audições, a que Niack mais comemorou foi a de Neymar no dia 18 de agosto.

"Quem diria, consigo nem descrever o que eu tô sentindo", ele escreveu - mesmo que em seguida Neymar tenha trocado para uma faixa de Luisa Sonza.

Quem diria, consigo nem descrever o que to sentindo ???? #championsleague #neymar

MC Niack em clipe de 'Oh Juliana', que chegou ao topo das paradas brasileiras — Foto: KondZilla/Divulgação

No início de agosto, ele passou por um susto: uma cirurgia de emergência para tirar um tumor benigno da gengiva. Ele tinha acabado de gravar dois clipes seguidos para o canal de funk Kondzilla. Teve que parar por uma semana, mas já está de volta à ativa.

O cantor que era ignorado por DJs na internet hoje tem convite para parceria com Kevinho e outros famosos do funk. "Hoje eu estou mil vezes melhor. Com a mente ocupada, né? Só alegria", ele comemora.

Como nasce um hit no TikTok — Foto: Amanda Paes/G1

Os hits do Niack.

Os hits do Niack.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Variedades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE