Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Setembro Amarelo: Hospital Galileu destaca importância da saúde mental

 
 -   /
/ /

O debate é importante para ajudar na prevenção contra a depressão e promover hábitos que garantam a qualidade de vida

Neste ano, a campanha Setembro Amarelo será realizada de uma forma diferente no Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém. Usando como tema a prevenção ao suicídio, a campanha será direcionada aos profissionais de saúde que atuaram ou atuam na linha de frente de combate ao Covid-19. 

Em palestra realizada nesta quinta-feira (10), Carmem Auzier, enfermeira e representante do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), falou sobre o tema “O acesso ao suporte psicológico via SUS". Na oportunidade, os participantes debateram sobre suicídio e conheceram o funcionamento da CAPS. “É um serviço de saúde constituído por uma equipe multiprofissional que realiza o atendimento às pessoas em sofrimento”, explicou Carmem.

Recentemente, por conta da pandemia no novo coronavírus (Covid-19), a Organização Mundial de Saúde (OMS) observou um aumento considerável em sensações negativas dos profissionais da saúde. Ansiedade, síndrome do pânico, nervosismo, insônia e fadiga são exemplos de distúrbios mentais comuns e que podem ser potencializados em situações de crise, como a pandemia.  

Desafio do Coronavírus

Entre os meses de abril e junho, o HPEG, unidade do Governo do Estado e gerenciado pela Pró-Saúde, se tornou uma unidade exclusiva para atender casos do novo coronavírus no Pará. A atuação dos mais de 400 colaboradores possibilitou a recuperação de 145 pacientes. Apesar do empenho e dedicação destes profissionais, alguns sentimentos negativos podem vir à tona durante o processo.   

“O profissional da saúde que atua na linha de frente da pandemia está mais vulnerável a fatores estressantes. Por isso, entendemos a necessidade do suporte a este profissional para que seus problemas emocionais possam ser amenizados”, explica Janaína Nogueira, psicóloga do HPEG.

Para que esse apoio possa ser desenvolvido dentro da unidade, foi criado o projeto “Anjos que Cuidam”. Implantado no mês de junho deste ano, o projeto conta com dinâmicas em grupo e acompanhamento individual. Todos os colaboradores da unidade terão acesso a um atendimento com uma psicóloga organizacional.

Durante os encontros, os profissionais são incentivados a praticarem atividades que possam promover o relaxamento da mente e saber como lidar com pensamentos depressivos. ˜Praticar atividades que elevem o bem-estar, uma boa alimentação e se conectar com pessoas que amenizem o estresse e ansiedade são boas práticas de saúde mental”, finaliza Janaína.

Além disso, uma urna foi disponibilizada para que os profissionais do HPEG possam deixar mensagens de otimismo para os colegas ou dúvidas e perguntas aos profissionais de psicologia, que responderão todas as sextas-feiras de setembro, em uma programação destinada ao assunto na rádio da Unidade.

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade.

Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 23 cidades de 11 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE