Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Kyle Hanagami, coreógrafo do Now United e Blackpink, explica como danças são criadas; VÍDEO

Ele conta ao G1 que cada integrante tem dublês e ensaiam movimentos até estarem perfeitos . BTS, Britney Spears, Nick Jonas e Jennifer Lopez também estão no currículo dele.

 
 -   /
/ /

Se você é fã de música pop, Kyle Hanagami já deve ter te feito dançar alguma vez. O coreógrafo e dançarino de 34 anos criou movimentos repetidos por BTS, Britney Spears, Nick Jonas e Jennifer Lopez.

Mas foi inventando as coreografias de Now United e Blackpink que ele conseguiu, definitivamente, mostrar seu próprio estilo. Ele é o responsável pelas danças dos dois grupos desde o começo deles.

Ao G1, Kyle falou da criação de algumas das dancinhas mais repetidas pelo público infanto-juvenil brasileiro. Ele também falou da força do K-pop e do trabalho em reality shows como "Dancing With the Stars" e "World of Dance".

Formado em Economia e Psicologia pela Universidade da Califórnia, em Berkeley, ele migrou para a dança criando um canal no YouTube, em 2009, hoje com 4,4 milhões de inscritos. "Meu trabalho é fazer com que as coreografias sejam acessíveis para todo mundo", resume ele.

Os 5 passinhos de Kyle Hanagami no Now United

Os 5 passinhos de Kyle Hanagami no Now United

G1 - Como você pensa no biotipo do artista e em qual o limite de cada um deles, quando você está criando uma coreografia?

Kyle Hanagami - O biotipo não é tão importante para mim, mas meu trabalho como coreógrafo é fazer com que a pessoa fique bonita dançando. Esse é meu objetivo, fazer com que a pessoa fique bem, e pareça que está curtindo dançar, com confiança. Sobre o biotipo ou outra restrição, eu não gosto que isso limite o que eu faço. Eu acho que desde que eles se sintam confiantes, eu fico feliz.

G1 - Tem muita diferença pensar em uma coreografia para um grupo de mulheres, como o Blackpink, e um grupo com homens e mulheres, como o Now United? Ou gênero do artista não importa também?

Kyle Hanagami - Com certeza, eu sempre penso no estilo, no tipo de artista para o qual eu estou criando. Eu tenho feito as coreografias do Blackpink desde o primeiro single delas, e o mesmo aconteceu com o Now United.

É um processo de criar um estilo de dança que é bem específico para cada um deles. Então, eu nunca usaria o mesmo "vocabulário" de dança do Now United em uma coreografia do Blackpink. São criações bem diferentes.

Kyle Hanagami — Foto: Divulgação/Site oficial

G1 - Então, o melhor elogio é quando alguém percebe que ela é de um artista específico, sem ouvir a música, só vendo os movimentos, né?

Kyle Hanagami - Sim, exatamente. Meu trabalho é criar uma coreografia que seja identificável e que as pessoas consigam dançar ao som dela ou assistir e se divertir vendo.

G1 - Qual foi a primeira coreografia que você criou para um artista?

Kyle Hanagami - Eu acho que o primeiro artista maior para quem eu trabalhei foi provavelmente a Jennifer Lopez. Ela é ótima, trabalhei como supervisor de coreografias para os shows dela em Las Vegas. Foi fantástico estar com ela.

G1 - Sua coreografia para 'Kill this love' do Blackpink ajudou o grupo a bater o recorde de vídeo com mais visualizações em menos de 24 horas. Você acompanha esses recordes, fica empolgado quando isso acontece?

Kyle Hanagami - Por ser o coreógrafo, eu tenho que também ser tipo um fã do artista também. Para qualquer com quem eu trabalhe... Eu escolho com quem eu vou trabalhar. Quando eu comecei, não era assim, mas depois de coreografar por um bom tempo agora, agora eu preciso ter certeza de que eu só trabalho com quem eu seja fã. Então, eu fico empolgado como qualquer fã fica.

Kyle Hanagam (de boné)i posa com o Now United — Foto: Divulgação/Site oficial

G1 - Quando você pega uma música para criar coreografia, qual é o seu processo? Você ouve quantas vezes, em que partes presta mais atenção?

Kyle Hanagami - Eu ouço a música várias vezes e daí escolho uma parte que meio que... É tão difícil descrever o que eu faço. Eu acho que tenho um talento natural para isso. Quando escuto uma música, na minha cabeça tudo começa a fazer sentido.

Eu vou percebendo como cada movimento tem que ser. Toda música tem que ter uma coreografia perfeita, que combina com ela. O meu trabalho é encontrá-la.

O Top 10 do Now United

O Top 10 do Now United

G1 - E como é o processo de criação da coreografia falando especificamente do Now United?

Kyle Hanagami - Eu comecei a trabalhar com o Now United antes mesmo de escolhermos quem seriam os integrantes. Eu estou no projeto antes de todos serem escolhidos. Então, quando eu crio uma coregrafia pro Now United, eu sei muito bem o estilo de cada integrante e seus pontos fortes.

E eu tenho 14 ou 15 dançarinos que eu levo para o estúdio para me ajudar na preparação dos movimentos. Eu tenho dançarinos ou dançarinas parecidos com cada um dos membros do Now United. Eu tenho uma dublê para a Any, um dublê para o Josh, Noah, Sabina, Heyoon e cada um deles tem um dançarino ou dançarina que os representa nos ensaios.

Eu crio a coreografia não com o Now United, mas primeiramente com dançarinos e depois eu ensino os integrantes com ajuda dos dançarinos.

Kyle Hanagami ensaia com o Now United — Foto: Reprodução/Canal do artista no YouTube

G1 - É interessante fazer isso. Bem inteligente esse método...

Kyle Hanagami - Sim. É que os dançarinos com quem eu trabalho estão acostumados com minhas coreografias e em fazer umas 100 mudanças diferentes. Quando eu trabalho com um artista, eu preciso já estar apto para ensinar a versão final.

Não vou ensinar uma versão e depois mudá-la, e mudar de novo, e de novo. Em vez disso, trabalho com os dançarinos e quando estou feliz com a coreografia, penso que ficou perfeita, daí eu ensino o Now United.

G1 - Como sou brasileiro, tenho que perguntar: como é trabalhar com a Any?

"Any é uma superstar. Ela é uma das artistas mais talentosas com quem eu já topei na minha vida inteira. Ela é uma garota tão... doce e, para mim, ela é o tipo de artista com quem eu faço questão de trabalhar."

Eu só quero trabalhar com boas pessoas. E é isso. Além do talento, ela é genuína e por isso quero continuar trabalhando com o grupo.

Kyle Hanagami — Foto: Divulgação/Site oficial

G1 - Você já veio ao Brasil alguma vez?

Kyle Hanagami - Eu nunca estive no Brasil. Nunca deu certo e eu já tive umas quatro viagens planejadas para que eu tive que remarcar por outro projeto que surgiu. O Brasil é um dos lugares que eu sei que tenho que conhecer. Bem antes do Now United, já fui convidado para participar de workshops no Rio. Eu sei que tem uma cena cheia de talentos no Brasil, mas não deu para ir.

G1 - Você gosta de reality shows e games de dança?

Kyle Hanagami - Como coreógrafo, o meu trabalho é fazer com que as coreografias sejam acessíveis para todo mundo. Eu amo o fato de que as pessoas estejam dançando mais hoje do que nunca. Isso é ótimo e não tem razão para eu dizer que uma pessoa não deva dançar.

"Se você gosta de dançar, você tem que dançar, não importa se você fez aulas ou se você é bom ou não. A dança não começou desse jeito. Ela começou em comunidades, com sua família, com seus amigos, é assim que a dança começou e é assim que ela deve continuar sendo."

G1 - Como foi seu começo com vídeos no YouTube e por que decidiu criar o canal?

Kyle Hanagami - Tudo começou por eu querer fazer vídeos legais sobre dança. Eu queria fazer algo que eu curtiria o processo de criação. Ainda faço vídeos só para o YouTube. É meu jeito de botar no universo meu ponto de vista, as coisas que eu amo fazer e não tenho que levar em conta o que pensam outros diretores, produtores ou artistas. Não preciso pensar na opinião deles. É algo mais orgânico, mais puro.

Kyle Hanagami — Foto: Divulgação/Site oficial

G1 - Como é seu trabalho com o K-Pop? Eu tenho que te perguntar isso porque em todo mundo, mas especialmente aqui no Brasil, o K-Pop está com cada vez mais força. E foi impressionante quando o BTS passou por aqui...

Kyle Hanagami - Eu tenho trabalhado com K-pop já faz... eu nem sei dizer mais há quantos anos. Eu fiz coreografias para o Girls' Generation, Blackpink, Shinee, f(x), Red Velvet, BoA, são tantos artistas do K-pop. É um desafio criar um estilo diferente para um deles.

Mas também é incrível perceber a evolução das coreografias do K-pop. Ainda mais por eu ser meio asiático, é legal demais ver o impacto da música asiática na cultura pop não só da Ásia, mas nos Estados Unidos e no Brasil. Ver essas pessoas batendo recordes é muito legal.

G1 - Você disse que é meio asiático. Qual lado da sua família?

Kyle Hanagami - Meu sobrenome é Hanakami... Meu pai é japonês. O Japão é um dos meus lugares preferidos de todo o mundo. Eu vou pra lá geralmente uma vez por ano. Talvez não neste ano, por causa da pandemia, mas eu amo totalmente o país, as pessoas, a cultura japonesa. Eu trabalhei com alguns artistas japoneses também. Eu amo demais.

G1 - Falando em pandemia, como está sendo trabalhar nesses tempos. Você sente necessidade de estar com o artista para ensaiar uma coreografia, tem feito só por videoconferência?

Kyle Hanagami - Sempre é mais fácil ensinar o artista pessoalmente, mas com a pandemia às vezes não é possível fazer isso ou é mais seguro fazer à distância.

"O mais legal de ensinar alguém por Zoom ou por vídeo é que os fãs vão aprender a coreografia do mesmo jeito que o artista fez. E isso é demais."

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Variedades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE