Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Helen Reddy, cantora do hino feminista '''I Am Woman''', morre aos 78 anos

Cantora foi a que mais vendeu no mundo em 1973 e 1974 e teve hits como Delta Dawn , Angie Baby e Ain t No Way to Trate a Lady ao longo da carreira.

 
 -   /
/ /

A cantora Helen Reddy, cuja canção "I Am Woman" de 1972 se tornou um hino feminista global, morreu em Los Angeles aos 78 anos na terça-feira (29), informou a família.

"Nossos corações estão partidos, mas nos confortamos em saber que sua voz viverá para sempre", escreveu a família na conta oficial da cantora nas redes sociais. Causa da morte não foi divulgada.

Nascida na Austrália, Reddy mudou-se para os Estados Unidos aos 20 e poucos anos depois de vencer um concurso de talentos. Ela inicialmente fez sucesso com a música "I Don't Know How To Love Him" em 1971.

Helen Reddy, em foto de outubro de 1977 — Foto: AP/ilr/Arquivo

Mas sua música "I Am Woman" alcançou o primeiro lugar em 1972, a lançou ao estrelato global e abriu uma série de sucessos, como "Delta Dawn", "Angie Baby" e "Ain't No Way to Trate a Lady".

Ela também apresentou seu próprio programa de variedades na TV "The Helen Reddy Show" e estrelou filmes de Hollywood.

Reddy foi a cantora que mais vendeu no mundo em 1973 e 1974. Sua carreira diminuiu o ritmo na década de 1980 antes da aposentadoria oficial em 2002. Ela foi diagnosticada com demência em 2015.

20 vídeos Cantor Gerson King Combo morre aos 76 anos no Rio Morre Ruth Ginsburg, integrante mais idosa da Suprema Corte dos EUA Jornalista Kairo Amaral morre aos 24 anos vítima de câncer

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Variedades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE