Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Saiba como foi o primeiro dia do horário eleitoral na televisão dos candidatos à Prefeitura de Belém

O primeiro turno das eleições será no dia 15 de novembro. Propaganda em blocos será veiculada de segunda a sábado.

 
 -   /
/ /

A propaganda eleitoral obrigatória começou a ser veiculada na televisão na tarde desta sexta-feira (9) e os candidatos à Prefeitura de Belém utilizaram o tempo disponível para apresentar ideias e lemas de campanha aos eleitores.

Os candidatos nas eleições municipais 2020 têm tempos diferentes na propaganda eleitoral, calculados com base no número de partidos que integram a coligação e no tamanho da bancada que cada um desses partidos tem na Câmara dos Deputados.

  • Eleições 2020: propaganda eleitoral no rádio e na TV começa nesta sexta-feira; veja regras
  • Veja o perfil de cada um dos 12 candidatos à prefeitura
  • Confira o programa de governo dos candidatos a prefeito
  • Veja datas, regras e o que os candidatos podem ou não fazer

A coligação "Renova Belém" foi a primeira a iniciar o bloco do horário eleitoral no primeiro dia, com o programa do candidato Thiago Araújo. Em seguida, o partido Republicanos apresenta programa do candidato Vavá Martins; seguido das coligações "Frente Democrática Reconstruir "Belém", "Belém de Novas Ideias" e "Juntos por Belém", apresentando, respectivamente os candidatos Gustavo Sefer, Edmilson Rodrigues e José Priante.

A coligação Patriota apresentou o sexto programa, com o candidato Delegado Eguchi, e o o primeiro dia encerrou com a coligação Inovar Para Mudar, do candidato Cássio Andrade. A partir deste sábado, haverá revezamento – a coligação que entrou por último no dia anterior, entra primeiro.

Cinco candidatos não terão exibição: Mario Couto (PRTB), Dr. Jeronimo (PMB), Cleber Rabelo (PSTU), Guilherme Lessa (PTC) e Jair Lopes (PCO).

Saiba o que eles disseram nas primeiras peças de propaganda apresentadas na TV. Os candidatos estão na ordem de aparição no programa desta sexta-feira:

Thiago Araújo no primeiro dia de propaganda eleitoral gratuita para candidatos à Prefeitura de Belém — Foto: Reprodução

Thiago Araújo (1 minuto e 24 segundos) - o candidato falou sobre os problemas econômicos causados pela pandemia de Covid-19 na capital e anunciou um programa de assistência social para pequenos empreendedores e pessoas em vulnerabilidade social. "O 'Renda Belém' não é caridade. É a prefeitura ajudando as pessoas a se reerguer", declarou. O candidato também falou sobre a necessidade de avanços na saúde, na educação e no saneamento básico.

Vavá Martins no primeiro dia de propaganda eleitoral gratuita para candidatos à Prefeitura de Belém — Foto: Reprodução

Vavá Martins (41 segundos) - a propaganda do candidato do Republicanos começou destacando a chegada de Vavá Martins a capital. "Vim do Sul, mas escolhi Belém para ser feliz", disse. O candidato também incentivou a renovação política na capital.

Gustafo Sefer no primeiro dia de propaganda eleitoral gratuita para candidatos à Prefeitura de Belém — Foto: Reprodução

Gustavo Sefer (1 minuto e 27 segundos) - A propaganda mostrou trechos do comício de lançamento de campanha do candidato. No discurso, Sefer fala sobre os cuidados com a saúde básica e propõe um projeto para zerar as filas no sistema público. "O meu sonho, o meu projeto, é acabar com o sofrimento dessas pessoas", declarou. Por fim, o candidato fala sobre a necessidade de renovação política.

Edmilson Rodrigues no primeiro dia de propaganda eleitoral gratuita para candidatos à Prefeitura de Belém — Foto: Reprodução

Edmilson Rodrigues (1 minuto e 59 segundos) - O programa começou apresentando o jingle de campanha do candidato, que canta "Ele conhece, melhor prefeito, o nosso povo não esquece". Em seguida, o candidato reforça a necessidade de criar uma cidade de novas ideias. Edmilson também reforça a necessidade do respeito e das oportunidades para todos. "Já choramos muito. Vamos fazer uma cidade alegre, cheia de cores, vem com a gente", afirmou. A propaganda termina novamente com o jingle de campanha.

Priante no primeiro dia de propaganda eleitoral gratuita para candidatos à Prefeitura de Belém — Foto: Reprodução

Priante (2 minutos e 55 segundos) - A propaganda do candidato começa contando a história da família de Priante, quando chegou a Belém. "Meu avô já vislumbrava naquela época que o Pará era o lugar do futuro", contou. Em seguida, a propaganda fez críticas à atual gestão da prefeitura e mostrou alguns trabalhos de Priante como deputado estadual. No final, o candidato aparece conversando com o governador do Pará, Helder Barbalho, sobre planos para a mudança da cidade.

Delegado Federal Eguchi no primeiro dia de propaganda eleitoral gratuita para candidatos à Prefeitura de Belém — Foto: Reprodução

Delegado Federal Eguchi (18 segundos) - O candidato inicia o programa junto com a esposa, apresentando os três pilares do plano de governo: Deus, família e pátria. Em seguida, o candidato avalia que a solução para os problemas da cidade é o combate a corrupção.

Cássio Andrade no primeiro dia de propaganda eleitoral gratuita para candidatos à Prefeitura de Belém — Foto: Reprodução

Cássio Andrade (1 minuto e 13 segundos) - O programa começa falando sobre brigas políticas recentes que ocorreram na capital e a necessidade de um prefeito que dialogue com todos. Em seguida, o candidato fala sobre a experiência que teve em outros cargos no legislativo. "Precisamos ter uma cidade de união, uma Belém que inove na sua administração", declarou.

Veiculação e distribuição do tempo

A propaganda em blocos para prefeitos será veiculada de segunda a sábado. No rádio, os horários serão das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10. Na televisão, os programas serão exibidos das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40.

Haverá também inserções ao longo da programação diariamente, inclusive aos domingos, de 5h às 24h sendo 42 minutos diários para candidatos a prefeito e 28 minutos para os candidatos a vereador.

A distribuição do tempo entre os partidos em 2020 está prevista na Resolução número 23.610/2019. Do total, 10% são divididos igualmente entre os partidos e coligações; 90% divididos proporcionalmente ao número de representantes na Câmara dos Deputados. No caso de coligação, leva-se em conta o resultado da soma do número de representantes dos seis maiores partidos.

Como ficou a distribuição por partido ou coligação

Distribuição dos tempos de propagandas e quantidade de inserções

Fonte: Tribunal Regional Eleitoral do Pará deslize para ver o conteúdo

FUNCIONA ASSIM: entenda as regras das eleições 2020

6 vídeos Funciona Assim: eleição na pandemia Funciona Assim: Câmara Municipal Funciona Assim: Fim das coligações para vereadores

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE