Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

590 toneladas de entorpecentes foram apreendidos em Mato Grosso do Sul

O estado é considerado porta de entrada do tráfico pela Policia Federal

 

O estado do Mato Grosso do Sul voltou a quebrar o recorde anual de apreensão de drogas. De acordo com o Ministério da Justiça, de janeiro a setembro de 2020, o volume de apreensões chegou a 590 toneladas de entorpecentes. Aproximadamente duas vezes o valor recolhido em 2019, quando foram apreendidas pouco mais de 292 toneladas de drogas. 

Desse total, a grande maioria é de maconha, cerca de 97%, e as maiores quantidades da droga foram localizadas no interior do estado, cerca de 64%. O volume de apreensões de cigarros também teve um aumento expressivo. Foi 97,82% maior em 2020. De janeiro a setembro foram apreendidos 1.067.543 pacotes, no mesmo período do ano passado foi de 539.644. No caso dos cigarros, 70% das apreensões foram feitas pelo Departamento de Operações de Fronteira (DOF).

A Polícia Federal (PF) aponta que o território mato-grossense é uma das principais portas de entrada dos produtos ilícitos no país. Para combater o tráfico, a PF realiza diversas ações integradas e o trabalho conta com a integração dos mais variados órgãos como, por exemplo, a Força Aérea Brasileira (FAB).

Em 2018, uma aeronave proveniente da Bolívia foi interceptada em uma área próxima ao município de Tangará da Serra (239 km a medio-norte) com mais de meia tonelada de drogas.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE