Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Minas Gerais lidera número de candidatos presos nas Eleições de 2020

O último boletim divulgado após o encerramento das eleições indicou 13 concorrentes ao pleito presos por divulgação de propaganda, boca de urna e uso de alto-falante

 

O estado de Minas Gerais lidera número de candidatos presos de acordo com o último boletim do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), divulgado antes do encerramento das votações. Em todo o País, 55 candidatos foram presos por infringirem a legislação eleitoral. Outros 37 foram notificados e liberados em seguida.  No triângulo mineiro foram 13 detidos sendo, sete candidatos presos por divulgação de propaganda, três por boca de urna e um por utilização de alto-falante. 

O Rio de Janeiro teve o segundo maior registro de ocorrências de boca de urna praticada por eleitores. Foram 17 registros, de acordo com a Corte. Apenas duas pessoa foi presa.

Eleitores poderão acompanhar resultado das eleições por duas plataformas online

TSE informa que boletins de urna serão emitidos no fim da tarde de domingo (15)

Vale lembrar que é permitida a manifestação com bandeiras, broches, adesivos e camisetas com foto e número de candidato, desde que não sejam feitas aglomerações e que as demonstrações sejam silenciosas. 

O boletim divulgou ainda que a região Sudeste manteve, durante todo o dia, o maior número de substituições de urnas. O maior colegiado eleitoral, São Paulo, trocou 629 aparelhos, enquanto o Rio de Janeiro trocou 563, e Minas Gerais 487. Com número menor de substituições, Espírito Santo registrou 56 trocas. Ao todo o TSE disponibilizou 51.977 urnas de contingência para socorrer os estados e 3.381 foram usadas.

Em números gerais do País, o Ministério da Justiça registrou mais de mil crimes eleitorais até às 17h, e mais de mil eleitores presos ou conduzidos. Os delitos mais cometidos são a boca de urna, seguido por compra de votos e desobediência à Justiça Eleitoral. 
 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE