Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Belo Horizonte define prefeito em primeiro turno com mais de 60% dos votos

Demais capitais deverão repetir o pleito no dia 29 de novembro

 

Alexandre Kalil (PSD) foi reeleito prefeito de Belo Horizonte  no primeiro turno. Com 100% das urnas apuradas, o empresário teve 63,3% dos votos válidos, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O candidato Bruno Engler (PRTB) ficou em segundo lugar com 9,9% dos votos, seguido de João Vitor Xavier (Cidadania), com 9,2% dos votos. 

Em Vitória, no Espírito Santo, os capixabas deverão aguardar até o próximo dia 29 de novembro para conhecer o chefe municipal. O segundo turno será entre os candidatos Delegado Pazolini (Republicanos) que conquistou no primeiro turno cerca de 53 mil votos, ou 30,95%, e João Coser (PT), que garantiu 37 mil votos, ou 21,82%. Os outros 12 candidatos deixam a disputa. 

TSE descarta ataque hacker e admite atraso na contagem de votos

Não votou? Saiba como justificar a ausência nas urnas nas Eleições 2020

Minas Gerais lidera número de candidatos presos nas Eleições de 2020

A corrida eleitoral para a prefeitura da cidade do Rio de Janeiro está definida para o segundo turno. Após o atraso na apuração dos votos para a capital fluminense, devido a um problema técnico em um dos núcleos de processadores do supercomputador responsável pela totalização dos votos, a situação se normalizou. Com 100% das urnas apuradas, os candidatos Eduardo Paes (DEM), com 37% dos votos, e o atual prefeito, Marcelo Crivella (Republicanos), que obteve 21,9%, seguem na disputa. 

Em São Paulo, maior colégio eleitoral do país, a disputa também deverá ser cravada novamente no dia 29 de novembro. De acordo com o TSE, os candidatos Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (Psol) tiveram, respectivamente, cerca de 1,7 milhão (32,8%) e 1 milhão de votos (20,2%) cada. 

Arte: Brasil 61

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE