Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Facebook e Instagram bloqueiam conta de Trump por tempo indeterminado

Anúncio foi feito pelo chefão das plataformas, Mark Zuckerberg, um dia após invasão de apoiadores do presidente no Congresso. Twitter suspendeu Trump na quarta 6 , mas acesso foi restabelecido.

 
 -   /
/ /

As contas do Facebook e Instagram do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foram bloqueadas por tempo indeterminado. O anúncio foi feito pelo presidente-executivo da rede social, Mark Zuckerberg, em um post, um dia após a invasão do Congresso por apoiadores do presidente.

O tempo mínimo em que Trump ficará impedido de postar nessas redes será de duas semanas. Isso coincide com a posse do presidente eleito Joe Biden, marcada para o próximo dia 20 de janeiro.

"Acreditamos que os riscos de permitir que o Presidente continue usando os nossos serviços durante esse período são simplesmente muito grandes", escreveu Zuckerberg.

"Portanto, estamos estendendo indefinidamente o bloqueio que tínhamos imposto nas contas do Facebook e Instagram, e por pelo menos as duas próximas duas semanas, até que a transição pacífica de poder seja completa", continuou.

A platafoma de streaming Twitch também bloqueou o canal de Trump por tempo indeterminado, nesta quinta. É a segunda vez que ele fica impedido de usar a ferramenta. A primeira, em junho, foi por divulgar conteúdo de ódio durante a campanha eleitoral.

Bloqueio no Twitter

Durante o ato violento no Congresso, na tarde da última quarta, Trump usou as redes sociais para questionar a ilegitimidade das eleições, sem apresentar provas, e elogiar os manifestantes.

Facebook, YouTube e Instagram chegaram a remover um vídeo do presidente com esse conteúdo. O Twitter tirou 3 posts do ar e restringiu o engajamento de outros. Mas muitos usuários cobraram as redes sociais de medidas mais drásticas.

À noite, Twitter, Facebook e Instagram bloquearam a conta de Trump temporariamente.

A restrição no Facebook e Instagram valeria por 24 horas. O Twitter deu tempo mínimo de 12 horas, já vencido, mas condicionou o desbloqueio à exclusão de 3 tuítes específicos que foram suspensos por violações das políticas da plataforma, e não podem mais ser vistos, mas ainda precisariam ser deletados pelo dono do perfil. "Se não, a conta continuará fechada", disse a empresa.

Na noite de quinta (7), o acesso de Trump ao seu perfil no Twitter foi restabelecido. Ele publicou um vídeo em que reconhece que deixará o cargo em 20 de janeiro e condena a violência durante a invasão de apoiadores ao Capitólio.

  • SAIBA MAIS: Trump promete 'transição ordeira' após Congresso ser invadido e depois ratificar vitória de Biden

Medida inédita

A decisão de bloquear a conta de Trump por tempo indeterminado é a mais dura punição imposta pelo Facebook relacionada com a moderação dos perfis do presidente americano. Em outra ocasião, em agosto de 2020, a rede social removeu um post que continha desinformação sobre Covid-19.

Durante as eleições presidenciais nos EUA, a plataforma incluiu um selo em posts que declaravam fraude eleitoral ou "vitória antecipada", sem remover os conteúdos.

O Twitter chegou a bloquear uma conta de campanha de Trump por desinformação sobre Covid-19 em agosto de 2020, e limitou o alcance de tuítes que colocavam dúvidas sobre a apuração das eleições dos EUA em novembro passado.

Desta vez, a rede social ameaçou banir permanentemente o perfil do presidente caso ocorram novas violações às políticas da plataforma.

Veja a publicação de Mark Zuckerberg feita nesta quinta (7):

Mark Zuckerberg, presidente-executivo do Facebook, anuncia bloqueio das contas de Trump. — Foto: Reprodução/Facebook

Apoiadores de Trump invadem o Congresso dos EUA

Apoiadores de Trump invadem o Congresso dos EUA

VÍDEOS: eleições nos EUA 2020

200 vídeos VÍDEO: Trump diz que vitória de Biden será 'muito difícil de admitir Presidente eleito dos EUA dá início ao processo de transição Donald Trump acende luz verde para o início da transição de poder para Joe Biden

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Mundo

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE