Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Divisa registra aumento no número de casos de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti em Santarém

Em 2020, foram detectados 26 casos de Chikungunya, 61 de Dengue e 74 de Zika Vírus.

 
 -   /
/ /

O período chuvoso chegou à região oeste paraense e com ele a preocupação com um antigo inimigo da população, o mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a Dengue, Zika e a Chikungunya. Em Santarém, no ano de 2020, houve aumento no número de casos dessas doenças.

Segundo dados da Divisão de Vigilância e Saúde (Divisa), o número de casos detectados têm aumentado nos últimos dois anos. Em 2019, foram registrados 4 casos de pessoas com Zika Vírus, 7 de Chikungunya e 23 de Dengue; já em 2020, foram detectados 26 casos de Chikungunya, 61 de Dengue e 74 de Zika Vírus.

O trabalho dos agentes de endemias que percorrem os bairros do município para levar informação aos moradores e evitar a proliferação do mosquito é incessante. Isso porque o inseto se aproveita de recipientes que acumulam água para se reproduzir.

De acordo com o coordenador da Divisa em Santarém, João Alberto Coelho, a população precisa estar atenta e fazer sua parte nessa luta contra o mosquito. "O trabalho dos agentes de endemias é fundamental para o combate ao mosquito e, em época de pandemia, com o medo do novo coronavírus, os agentes precisam também da compreensão dos moradores", disse.

Sintomas das doenças

Dengue: segundo os especialistas, muita gente acha que sinais como congestão nasal e tosse são característicos da dengue, mas isso não é verdade – a doença dá febre alta, dor no corpo e nas articulações e dor atrás dos olhos, mas não congestão ou tosse. A forma mais grave da doença pode apresentar hemorragias e levar a morte.

Esses sinais são mais comuns em uma simples gripe, que se diferencia não só por isso, mas por dar uma febre não tão alta. Em caso de vômito, desmaio ou dor na região abdominal, pode ser que a dengue esteja piorando e, por isso, é preciso procurar um médico.

Zika: os principais sintomas da doença provocada pelo vírus da zika são febre intermitente, erupções na pele, coceira e dor muscular. A evolução da doença costuma ser benigna e os sintomas geralmente desaparecem espontaneamente em um período de 3 até 7 dias. O quadro de zika é muito menos agressivo que o da dengue.

Chikungunya: estudos mostram que a chikungunya deixa rastros de dores nas articulações, metade deles crônicos. O vírus tem uma predileção pelas articulações e causa uma cascata inflamatória no local. Os doentes, principalmente as mulheres, desenvolvem dores incapacitantes crônicas e não conseguem abotoar uma camisa, pentear o cabelo sem dores.

VÍDEOS: mais vistos do G1 Santarém e região

200 vídeos Funcionário de provedor de internet denuncia ameaças de cliente via atendimento remoto Padre é encontrado morto na ocupação Bela Vista do Juá Morre em São Paulo o médico santareno Aluízio Maciel; corpo será velado na quinta, 31

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE