Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Nos EUA, ao menos 21 morrem em consequência de onda de frio

O frio atrapalha a campanha de vacinação, interrompe o fornecimento de energia elétrica, as operações navais e a indústria de óleo e gás. Prefeito de cidade atingida pede para que empresas que ainda têm energia abram suas portas para servir como cen

 
 -   /
/ /

Ao menos 21 pessoas morreram em consequência de uma onda de frio histórica nos Estados Unidos e deixou milhões de pessoas sem energia elétrica na terça-feira (16).

  • Idosa de 90 anos caminha quase 10 km em ruas cobertas de neve para se vacinar contra Covid-19 nos EUA
  • Onda de frio afeta 200 milhões de pessoas, espalha transtornos e cancela voos nos EUA

As mortes aconteceram nos estados do Texas, Louisiana, Kentucky e Missouri.

Quatro das vítimas morreram em um incêndio na cidade de Sugar Land, no Texas. A casa estava sem energia e a família tentou esquentar o ambiente com fogo. Veja o VÍDEO abaixo.

VÍDEO: Imagens aéreas mostram incêndio que deixou 4 mortos durante nevasca no Texas VÍDEO: Imagens aéreas mostram incêndio que deixou 4 mortos durante nevasca no Texas 1 min VÍDEO: Imagens aéreas mostram incêndio que deixou 4 mortos durante nevasca no Texas

VÍDEO: Imagens aéreas mostram incêndio que deixou 4 mortos durante nevasca no Texas

Quatro das vítimas morreram em um incêndio na cidade de Sugar Land, no Texas. A casa estava sem energia e a família tentou esquentar o ambiente com fogo.

window.PLAYER_AB_ENV = "prod"

O presidente Joe Biden afirmou que o governo federal poderá ajudar os estados.

O prefeito de cidade de Houston, no Texas, afirmou que 1,3 milhão de pessoas de sua cidade estão sem energia elétrica.

A prefeitura da cidade pediu para que as empresas que ainda têm energia elétrica abram suas portas para que as pessoas possam se aquecer.

VÍDEO: Onda de frio causa ao menos 21 mortes nos EUA VÍDEO: Onda de frio causa ao menos 21 mortes nos EUA 1 min VÍDEO: Onda de frio causa ao menos 21 mortes nos EUA

VÍDEO: Onda de frio causa ao menos 21 mortes nos EUA

O frio atrapalha a campanha de vacinação, interrompe o fornecimento de energia elétrica, as operações navais e a indústria de óleo e gás. Prefeito de cidade atingida pede para que empresas que ainda têm energia abram suas portas para servir como 'centros de aquecimento'.

window.PLAYER_AB_ENV = "prod"

Vacinação interrompida

As autoridades no estado pedem para que as pessoas não levem aquecedores a propano para dentro de casa e nem churrasqueiras portáteis. Há risco de envenenamento por monóxido de carbono.

A campanha de vacinação também parou, e não deverá voltar antes do fim de semana.

O sistema de energia do estado falhou –o frio atrapalha a geração de energia eólica, e as distribuidoras não conseguem atender o excesso de consumo.

As operações navais, a produção de óleo e gás e o trabalho nas refinarias também foram interrompidos.

A expectativa é que a onda de frio prossiga até a sexta-feira. Há previsão de mais neve e chuva gelada.

Os EUA estão cobertos por uma massa de ar ártico, e isso tem feito as temperaturas caírem. No Nebraska, foi registrada a temperatura de -35ºC.

Em Dallas, no Texas, foram marcados -17ºC.

Veja os vídeos mais assistidos do G1

200 vídeos Gêmea Sofia conta sobre o que espera após cirurgia de readequação de sexo VÍDEO: Festas no Vidigal reúnem centenas de pessoas no Rio VÍDEO: Terremoto de magnitude 7,1 atinge a costa de Fukushima, no Japão

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Mundo

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE