Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Presidente das Filipinas demite embaixadora flagrada agredindo empregada doméstica em Brasília

Rodrigo Duterte disse, em pronunciamento nesta segunda-feira 1º , que Marichu Mauro não terá direito a benefícios de aposentadoria nem poderá ocupar cargo público novamente. Caso foi revelado pela TV Globo.

 
 -   /
/ /

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, disse, em pronunciamento nesta segunda-feira (1º), que assinou a demissão da embaixadora das Filipinas no Brasil, Marichu Mauro. A decisão ocorre após uma reportagem da TV Globo mostrar vídeos que trazem a embaixadora agredindo uma empregada doméstica, na sede do consulado, em Brasília (assista acima).

O presidente disse que assinou a recomendação de demissão nos últimos dias e que o documento traz uma série de penas acessórias. Entre elas, Marichu está proibida de ocupar qualquer cargo público no país, pelo resto da vida.

  • Entenda como embaixadora filipina, com imunidade diplomática, pode responder por agressão a doméstica
  • Presidente das Filipinas libera investigação contra embaixadora que agrediu empregada doméstica no DF
  • Embaixada das Filipinas: MPT investiga agressões contra outros funcionários da residência diplomática em Brasília

Embaixadora das Filipinas, Marichu Mauro, durante agressão à funcionária dentro da residência da embaixada, em imagem registrada pelo circuito interno de televisão em 19 de outubro — Foto: Reprodução/TV Globo

"Eu assinei o documento afirmando a decisão. A decisão prevê a pena de demissão do serviço público, com as penas acessórias de cancelamento de elegibilidade, perda dos benefícios de aposentadoria e desqualificação perpétua de ocupação de cargo público, e proibição de aplicação do teste para serviço público", disse Rodrigo Duterte no pronunciamento (tradução livre).

O presidente afirmou ainda que a embaixadora maltratou a empregada e repetidamente causou agressões físicas. A decisão foi tomada após investigação do Department of Foreign Affairs (DFA), o Departamento de Relações Exteriores das Filipinas.

Vídeo flagra ataques

Vídeo: embaixadora das Filipinas no Brasil agride empregada doméstica Vídeo: embaixadora das Filipinas no Brasil agride empregada doméstica 8 min

Vídeo: embaixadora das Filipinas no Brasil agride empregada doméstica

window.PLAYER_AB_ENV = "prod"

O caso veio à tona em outubro do ano passado, depois que uma reportagem do Fantástico e da GloboNews exibiu os flagras de agressões. As imagens foram registradas por câmeras da residência oficial, que fica nos fundos da embaixada, em Brasília.

Funcionários descobriram que a vítima, de 51 anos, era agredida praticamente toda semana. Em 12 de março, por exemplo, as câmeras flagraram um momento em que a diplomata parecia discutir com a funcionária. De repente, Marichu Mauro deu um tapa no rosto dela. A agressão foi interrompida no instante seguinte, quando uma pessoa apareceu abrindo uma porta.

Em 19 de agosto, as duas tentavam consertar uma porta. Enquanto a empregada estava abaixada, a diplomata deu um puxão nas orelhas da vítima. Imagens de 15 de outubro mostraram a embaixadora tentando beliscar a funcionária. Ela ainda arrancou a máscara de proteção que a empregada usava no rosto.

Após a divulgação do caso, Marichu Mauro foi chamada de volta ao país de origem e se tornou alvo da investigação. A vítima também voltou às Filipinas e, segundo o governo, recebeu apoio.

Marichu B. Mauro, embaixadora das Filipinas, durante assinatura do Livro dos Embaixadores, em abril de 2018 — Foto: Isac Nobrega/PR

Também depois da publicação das imagens, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) revogou uma homenagem concedida à embaixadora em 2019.

Marichu havia recebido a Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul – a mais alta condecoração brasileira atribuída a cidadãos estrangeiros, de acordo com o Ministério das Relações Exteriores. A revogação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

VÍDEOS: mais assistidos do DF nos últimos 7 dias

200 vídeos Câmeras de segurança flagram embaixadora das Filipinas agredindo empregada Vídeo mostra discussão da coronel da Polícia Militar do DF Sheyla Sampaio com agentes Presidente do INSS promete melhorar atendimento

Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Mundo

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE