Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Com sobrecarga em hospitais, Bragança monta barreiras sanitárias contra Covid-19; acesso à praia está proibido

Município está com medidas restritivas por causa do aumento da Covid-19.

 

O município de Bragança, no nordeste do Pará, está com medidas restritivas por causa do aumento da Covid-19. Uma barreira sanitária foi montada na localidade Bacuri Prata, na rodovia BR-308, para controlar a entrada na cidade e o acesso às praias está proibido por decreto.

Bragança tem mais de 3 mil casos confirmados para Covid-19 e mais de 130 óbitos. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a cidade recebe pacientes de, ao menos, outros 16 municípios que compõem a regional do Caeté, o que faz aumentar rapidamente a ocupação de leitos para tratamento da doença.

A cidade tem três hospitais filantrópicos, que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Cerca de 80% dos leitos clínicos e de UTI estão ocupados. Segundo a secretaria municipal de saúde, 45 novos leitos clínicos e 10 UTIs estão sendo instalados.

Os 55 novos leitos foram anunciados nesta quarta pelo governo do Pará e devem ser instalados no Hospital Geral do município, no Hospital Santo Antônio Maria Zaccaria e no Hospital das Clínicas de Bragança.

O avanço da pandemia fez com que o município elevasse a classificação de risco para a bandeira vermelha e a determinar medidas mais restritivas. Até o dia 5 de abril, a população só pode sair de casa por extrema necessidade, respeitando o distanciamento social e usando máscara. Muitos ainda desobedecem.

Na barreira sanitária montada, os carros são parados e higienizados com cloreto de sódio diluído com água. Já a proibição às praias está em vigor até a próxima segunda. A medida segue decreto estadual que tenta diminuir a velocidade da contaminação pelo novo coronavírus.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE