Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Você viu? Pior mês da pandemia, corrida da vacina, reforma ministerial e o feriado da Páscoa

Leia seleção de reportagens publicadas no G1 com as notícias de 29 de março a 2 de abril.

 
 -   /
/ /

Brasil registra quase 4 mil mortes por Covid em 24 horas e fecha março com 66,8 mil óbitos, o pior mês da pandemia. Anvisa aprova o uso emergencial de dose única do imunizante da Johnson & Johnson. Presidente Jair Bolsonaro oficializa reforma ministerial com seis trocas. O ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, anuncia os novos comandantes das Forças Armadas. E a Fiocruz orienta que população fique em casa na Páscoa.

Recorde de mortes

Foto aérea do cemitério de Vila Formosa no dia 23 de março de 2021. — Foto: Picture taken with a drone. REUTERS/Amanda Perobelli

Março de 2021 foi o mês com o maior número de mortes por causas naturais no Brasil. Segundo dados da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen), foram 144.576 óbitos causados por doenças — maior número desde 2003, quando teve início a série histórica dos cartórios. Só para a Covid, foram 66.868 vidas perdidas, segundo dados do consórcio de veículos de imprensa. Isso é mais do que o dobro das mortes anotadas em julho de 2020, o segundo pior mês da pandemia – quando o país registrou 32.912 óbitos.

Na quarta-feira (31), o Brasil teve seu pior dia da pandemia, com o recorde de 3.950 mortes por Covid registradas em 24 horas.

  • Brasil chega a 328 mil mortes por Covid; média diária segue acima de 3 mil
  • Estado de SP chega a 500 mortos por Covid na fila da UTI
  • Após colapso e medidas restritivas, mortes caem 80% no Amazonas
  • Em ofício, Pacheco diz à ONU que Brasil vive situação 'dramática' e pede antecipação de vacinas

Medidas restritivas

Após primeira reunião do comitê da Covid, Bolsonaro diverge de Queiroga e Pacheco

Após primeira reunião do comitê da Covid, Bolsonaro diverge de Queiroga e Pacheco

window.PLAYER_AB_ENV = "prod"

Após a primeira reunião do comitê da Covid, o presidente Jair Bolsonaro fez um pronunciamento no qual voltou a criticar medidas de distanciamento social, divergindo de outros participantes da reunião que também discursaram: o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) (veja no vídeo acima). Ambos saíram em defesa das medidas de distanciamento e do uso de máscara para conter o vírus.

Festa do governador do RJ
Ao contrário do apelo feito à população fluminense para não fazer festas durante a pausa emergencial no Rio de Janeiro, o governador em exercício, Cláudio Castro (PSC), comemorou seus 42 anos em uma casa na Região Serrana. Uma funcionária relatou que o evento estava “muito cheio”. O governador nega aglomeração. Reportagem do RJ1 esteve no local; veja vídeo.

  • Rio libera bares e restaurantes a partir de sexta (9) e prorroga outras medidas
  • AGU defende no Supremo suspensão de decretos que proíbam cultos e missas no país

Corrida da vacina

Anvisa aprova uso emergencial da vacina contra a Covid da Janssen

Anvisa aprova uso emergencial da vacina contra a Covid da Janssen

window.PLAYER_AB_ENV = "prod"

A Anvisa aprovou o pedido de uso emergencial da vacina contra a Covid-19 da farmacêutica Janssen, empresa do grupo Johnson & Johnson. Entre os imunizantes em uso no mundo, o da Janssen é o único aplicado em uma só dose. O Ministério da Saúde comprou 38 milhões de doses com entregas no 3º e no 4º trimestre.

Também na quarta (31), a Anvisa negou conceder ao Ministério da Saúde a "autorização excepcional e temporária para importação e distribuição" de 20 milhões de doses da vacina Covaxin. E os laboratórios Pfizer e BioNTech anunciaram que sua vacina contra a Covid demonstrou eficácia de 100% nos adolescentes com idades entre 12 e 15 anos.

  • Nove estados entregam à Anvisa pedido de importação da vacina Sputnik V
  • Vacina da Pfizer/BioNTech evitou todos os casos sintomáticos de Covid com variante sul-africana

Imunização essencial
O governo de SP lançou um site de cadastro obrigatório dos profissionais de educação, que começarão a ser vacinados a partir do dia 12 de abril. Na 1ª etapa, serão imunizados 350 mil trabalhadores. As aulas na capital paulista retornarão também no dia 12, caso a fase mais restritiva não seja prorrogada pelo governo estadual. Já no Rio, o retorno está autorizado a partir desta segunda (5).

  • Mourão é vacinado: 'Fiz minha parte como cidadão consciente'
  • Câmara adia votação de projeto sobre compra de vacinas por empresas

Previsão de doses para abril

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga — Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que só tem previsão de receber e distribuir, em abril, pouco mais da metade das doses de vacinas contra a Covid-19 anunciadas anteriormente pelo governo federal. Queiroga prevê agora 25,5 milhões de doses, mas o cronograma divulgado em 19 de março pelo Ministério da Saúde tinha a previsão de recebimento de 47,3 milhões.

  • 18,8 milhões tomaram 1ª dose da vacina, quase 9% da população
  • Cidades voltam a suspender vacinação por falta de doses; veja lista
  • Vacinação clandestina em BH: parte do material apreendido é soro, diz laudo

Pandemia no mundo

Presidente da França anuncia terceiro lockdown nacional

Presidente da França anuncia terceiro lockdown nacional

window.PLAYER_AB_ENV = "prod"

O presidente da França, Emmanuel Macron, anunciou regras mais duras de confinamento para frear o avanço da Covid. As medidas entram em vigor neste sábado. O toque de recolher volta ao país inteiro, e as escolas vão ficar fechadas para aulas presenciais por três semanas.

Já os nossos vizinhos, Peru, Chile e Bolívia restringiram a entrada de viajantes. Cada país adotou medidas específicas. O Chile fechou todas as suas fronteiras. O Peru suspendeu voos do Brasil, Reino Unido e África do Sul. E a Bolívia, preocupada com a variante brasileira P.1, proibiu apenas a entrada de pessoas do Brasil. A OMS afirmou que o país vive uma "situação crítica" com essa variante.

  • Variante do coronavírus que se assemelha à da África do Sul é detectada no interior de SP

Reforma ministerial

Reforma ministerial mexe no comando de seis pastas

Reforma ministerial mexe no comando de seis pastas

window.PLAYER_AB_ENV = "prod"

A semana começou com uma reforma ministerial no governo. O presidente Jair Bolsonaro fez seis mudanças no primeiro escalão. A dança das cadeiras surpreendeu porque a única substituição tida como provável era a do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Após a situação política dele se deteriorar, com críticas de deputados e senadores, o chanceler pediu demissão. Em seu lugar, foi anunciado o diplomata Carlos Alberto Franco França.

No Ministério da Defesa, Fernando Azevedo e Silva deixou o cargo e o general Walter Souza Braga Netto assumiu a pasta. Com isso, o general da reserva Luiz Eduardo Ramos foi para a Casa Civil. José Levi, ministro da Advocacia-Geral da União, foi a terceira baixa anunciada. André Mendonça voltou à AGU e o delegado da Polícia Federal Anderson Torres assumiu a pasta da Justiça. O Centrão foi agraciado com a Secretaria de Governo: passará a ocupar o cargo a deputada federal Flávia Arruda (PL-DF). Entenda melhor as mudanças.

Forças Armadas

Ministro da Defesa anuncia novos comandantes das Forças Armadas

Ministro da Defesa anuncia novos comandantes das Forças Armadas

window.PLAYER_AB_ENV = "prod"

Após a saída conjunta dos comandantes das Forças Armadas, o novo ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, anunciou os nomes que chefiarão as três forças: no Exército, o general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira; na Marinha, o almirante de esquadra Almir Garnier Santos; e na Aeronáutica, o tenente-brigadeiro do ar Carlos Baptista Junior; veja os perfis dos escolhidos.

Defesa da democracia

Luís Roberto Barroso — Foto: Reuters

No primeiro ato público como ministro da Defesa, Braga Netto publicou uma ordem do dia alusiva ao aniversário de 57 anos do golpe militar de 1964, que ele chama de movimento de 31 de março de 1964.

Em defesa da democracia, o ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso, que também é presidente do Tribunal Superior Eleitoral, escreveu um texto e afirmou que "ditaduras vêm com intolerância, violência contra os adversários e falta de liberdade". Leia mais.

  • Tentativa de ampliar poderes de Bolsonaro na pandemia fracassa na Câmara; opositores apontam intenção de 'golpe'

Violência contra a mulher

O deputado estadual Fernando Cury — Foto: Divulgação/Agência Alesp

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) aprovou por unanimidade uma resolução que determina a perda temporária do mandato do deputado Fernando Cury (Cidadania) por 180 dias no processo em que a deputada Isa Penna (PSOL) o acusou de importunação sexual.

Lembre o caso: em dezembro de 2020, uma câmera de segurança da Alesp flagrou quando o deputado passou a mão no seio da colega no plenário, em um abraço por trás, durante a votação do orçamento do estado para 2021.

Em nota, Isa Penna comemorou a decisão e disse que a Assembleia não aceitará assédio. Leia mais.

  • Lei contra 'stalking' é sancionada

?? Mais sobre política:

  • Ministro Marco Aurélio Mello, do STF, marca aposentadoria
  • Lula pede que STF declare Moro parcial em outros processos

Auxílio emergencial

VÍDEO: auxílio emergencial 2021 - entenda as regras da nova rodada

VÍDEO: auxílio emergencial 2021 - entenda as regras da nova rodada

window.PLAYER_AB_ENV = "prod"

O auxílio emergencial começará a ser pago na próxima terça-feira (6), anunciou o ministro da Cidadania, João Roma. Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento começa em 16 de abril. O retorno do benefício será em quatro parcelas com valor médio de R$ 250, podendo variar de R$ 150 a R$ 375 a depender da composição de cada família; tire suas dúvidas e veja se você vai receber.

Imposto de Renda

A Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que prorroga, até 31 de julho, o prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2021. Atualmente, o prazo para o envio vai até 30 de abril. O texto aprovado pelos deputados mantém o cronograma mensal previsto para a restituição. Agora, a proposta segue para análise do Senado. De acordo com a Receita Federal, só 30% das declarações esperadas foram entregues.

  • Especialista tira dúvidas; mande sua pergunta

?? Mais sobre economia:

  • Teto de gastos na berlinda: por que Orçamento para 2021 tem sido chamado de 'peça de ficção'
  • Balança comercial registra superávit de US$ 1,482 bilhão em março
  • Petrobras aumenta preço do GLP em quase 5%
  • Hélio Magalhães e José Monforte deixam conselho de administração do BB

Mercado de trabalho ??

O desemprego no Brasil ficou em 14,2% no trimestre encerrado em janeiro, segundo dados do IBGE. Trata-se da maior taxa já registrada para o período desde o início da pesquisa. Já o número de pessoas desempregadas atingiu o patamar recorde de 14,3 milhões, contra 11,9 milhões há 1 ano. Até então, o maior contingente de brasileiros desocupados da série histórica, iniciada em 2012, tinha sido o registrado no trimestre encerrado em março de 2017 (14,1 milhões).

401.639 empregos com carteira assinada foram gerados em fevereiro no país, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). De acordo com o Ministério da Economia, é o melhor resultado para o mês desde o início da série histórica, em 1992.

Enem

Já estão disponíveis os resultados do Enem 2020 na página do participante, anunciou o Inep, organizador da prova. As notas do exame poderão ser usadas no Sisu, cujas inscrições começarão no dia 6 de abril; saiba mais.

  • Ex-morador de rua supera vício e faz 920 pontos na redação do Enem

Baixa no MEC
Izabel Lima Pessoa, secretária de Educação Básica do Ministério da Educação, pediu demissão do cargo, um dos mais importantes dentro da estrutura do MEC. Segundo um assessor de comunicação do ministério, a exoneração foi pedida por “motivo de ordem pessoal”.

  • Ministro diz que organizador do Enem queria ser 'protagonista das políticas públicas' e 'não é assim que acontece, não comigo'

Estados Unidos

Capitólio dos EUA é fechado por 'ameaça na segurança

Capitólio dos EUA é fechado por 'ameaça na segurança'

window.PLAYER_AB_ENV = "prod"

Um homem avançou com um carro sobre a barreira de proteção na entrada do Capitólio, sede do Congresso dos Estados Unidos, em Washington, na sexta (2). Dois policiais foram atropelados e levados a um hospital. Um deles não resistiu aos ferimentos e morreu, confirmaram autoridades locais. O criminoso foi baleado, levado a outra unidade de saúde, e também morreu. A sede do Congresso dos EUA foi fechada.

  • Policiais processam Trump por invasão ao Capitólio em 6 de janeiro
  • Novas imagens mostram George Floyd implorando a policiais antes de ser morto
  • Vídeo mostra crianças sendo jogadas de muro entre EUA e México
  • Ataques a pessoas de origem asiática geram manifestações e debate sobre leis para crimes de ódio nos EUA

Covid
A pandemia empurrou o total de mortes nos Estados Unidos para mais de 3,3 milhões em 2020, o maior número já registrado em um ano, informou o governo americano. Só o coronavírus causou cerca de 345 mil mortes no ano passado no país.

  • EUA podem não precisar de vacina contra Covid da AstraZeneca
  • Parques de diversão da Califórnia reabrem após quase 1 ano fechados

Tecnologia

WhatsApp Pay na Índia — Foto: Divulgação/WhatsApp

O Banco Central liberou transferências bancárias por meio do WhatsApp. Com a decisão, o aplicativo de mensagens poderá oferecer um sistema de pagamentos mediados pelas bandeiras Visa e MasterCard. A data do lançamento, porém, ainda não foi definida. Tire suas dúvidas sobre o novo serviço.

  • Facebook permitirá ver feed com posts em ordem cronológica
  • Instagram lança função Remix; saiba como usar

Feriado da Páscoa

Isolamento — Foto: Camila Lima/SVM/Divulgação

Com a chegada do feriado da Páscoa, cientistas, médicos e outros profissionais de Saúde têm pedido às pessoas que fiquem em casa e mantenham o isolamento para diminuir a disseminação do coronavírus. Mas e quem já tomou a segunda dose da vacina? Essas pessoas podem passar a Páscoa junto com outras? Especialistas ouvidos pelo G1 avaliam que não. O principal motivo é a incerteza sobre a transmissão: estudos ainda não apontaram se quem foi imunizado deixa de transmitir o vírus. Entenda.

  • Como a cidade que vacinou quase toda sua população vai passar a Páscoa
  • Papa vai de surpresa a centro de vacinação para sem-teto
  • Cristãos celebram a Sexta-Feira Santa com distanciamento; fotos

Muito além do chocolate

Doceria chama atenção com ovo de Páscoa sabor torta de frango no interior de SP: 'Aceitação imediata' — Foto: Arquivo Pessoal

Ovos de chocolate tradicionais, recheados, de colher ou no pote. Os cardápios de Páscoa costumam agradar a todos os amantes de doces, mas uma doceria no interior de SP decidiu inovar: por que não ovo de torta de frango? É isso mesmo. Segundo a proprietária do estabelecimento, a procura pela novidade superou as expectativas e as encomendas tiveram até de ser encerradas antes do prazo. E ovo de coxinha, temaki ou cerveja? Já ouvir falar? Veja as fotos.

  • Ovos de Páscoa viram obras de arte em Roma e chegam a custar até 400 euros

Legalização da maconha

Estado de Nova York legaliza produção e consumo da maconha

Estado de Nova York legaliza produção e consumo da maconha

window.PLAYER_AB_ENV = "prod"

Após Senado e Câmara de Nova York aprovarem, o governador do estado, Andrew Cuomo, assinou uma norma que legaliza o uso recreativo da maconha. Nova York se unirá a outros 14 estados americanos — mais o Distrito de Columbia — que já permitem o uso da cannabis. O gabinete do governador afirmou que a entrada em vigor da lei pode representar US$ 350 milhões (cerca de R$ 2 bilhões) por ano em impostos e criar dezenas de milhares de postos de trabalho.

‘BBB’

Sarah no 'Mais Você' — Foto: Reprodução/TV Globo

“Peço desculpas às vítimas e famílias”, disse Sarah, no “Mais Você”, sobre os comentários feitos dentro da casa do “BBB21” sobre a pandemia. Eliminada com 76,76% dos votos em um paredão contra Rodolffo e Juliette, a consultora de marketing digital também falou sobre o jogo: “Infelizmente julguei e desconfiei da pessoa errada”; leia a entrevista.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Mundo

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE