Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Papa diz que espera que outros países ajudem afegãos que fugiram do Talibã

O Papa Francisco também disse que espera que todos os jovens recebam educação —da primeira vez que o Talibã esteve no poder, meninas não podiam frequentar a escola.

 
 -   /
/ /

O Papa Francisco afirmou neste domingo (5) que ele está rezando para que muitos países aceitem refugiados do Afeganistão e que é essencial que os jovens afegãos recebam educação —no passado, o Talibã proibiu meninas de frequentar escolas.

Papa Francisco pede orações e jejum pela paz no Afeganistão

Papa Francisco pede orações e jejum pela paz no Afeganistão

window.PLAYER_AB_ENV = "prod"

"Nesses momentos de levante, em que afegãos procuram refúgio, eu rezo pelos mais vulneráveis entre elas, eu rezo para que muitos países os recebam e protejam aqueles que buscam uma nova vida", disse Francisco aos fiéis que foram à Praça de São Pedro.

O papa já pediu apoio a imigrantes e refugiados em outras ocasiões.

Há milhares de afegãos que foram retirados do país, mas ainda não chegaram a um destino final —eles estão em locais de trânsito no Catar, na Alemanha e na Itália enquanto aguardam.

No Afeganistão ainda há milhares de pessoas que tentam deixar o país pelas fronteiras com o Paquistão ou outros vizinhos.

"Eu também rezo por aqueles que foram deslocados internamente, para que eles tenham a ajuda e a proteção necessárias", disse Francisco.

Veja os vídeos mais assistidos do G1

200 vídeos

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Mundo

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE