Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Estátua de George Floyd é vandalizada em Nova York; câmera de segurança registra a ação, veja vídeo

Busto de ex-segurança negro, morto por um policial branco nos EUA, foi inaugurado há menos de uma semana; autoridades do país investigam o ato que foi registrado por câmeras de vigilância.

 

Uma estátua erguida em homenagem a George Floyd na cidade de Nova York foi vandalizada no domingo (3). Toda a ação foi registrada por uma câmera de segurança (veja no vídeo acima).

O busto do ex-segurança negro, morto por um policial branco nos Estados Unidos, foi inaugurado há menos de uma semana em uma instalação com outras personalidades do movimento negro.

  • Compartilhe essa notícia no Telegram
  • Compartilhe essa notícia no WhatsApp

Estátua de George Floyd em Nova York é vandalizada — Foto: Reprodução/NBC

A estátua de Floyd está ao lado do busto de John Lewis, pioneiro do combate ao racismo nos EUA, e Breonna Taylor, outra vítima da violência policial, morta em casa durante uma abordagem.

Apenas a estátua de Floyd foi vandalizada com tinta prateada. As autoridades do país investigam o ato que foi registrado por câmeras de vigilância.

Voluntários limpam estátua vandalizada de George Floyd em Nova York — Foto: Reprodução/NBC

Ainda no domingo, um grupo de voluntários se reuniu na para começar a limpar a estátua.

No primeiro semestre deste ano, um pequeno grupo neonazista vandalizou outro monumento - no bairro do Brooklyn - em homenagem a Floyd, um dia depois da sua inauguração.

Morte de George Floyd

George Floyd morreu em maio de 2020 após ter o pescoço pressionado pelo joelho do policial Derek Chauvin, em Mineápolis, por 9 minutos e 29 segundos.

A polícia estava no local porque o ex-segurança negro, com 46 anos, teria tentado pagar uma conta em uma mercearia com uma nota falsa de US$ 20. Imagens mostradas mostraram que Floyd não ofereceu resistência à abordagem dos agentes.

5 fatos: entenda o caso Floyd

window.PLAYER_AB_ENV = "prod"

A violência policial contra um homem negro e pobre — mais um caso entre tantos — gerou uma série de protestos em Mineápolis que logo se espalharam para diversas partes dos EUA.

Durante semanas, ruas das maiores cidades americanas ficaram lotadas de manifestantes que protestavam contra o racismo, em uma mobilização que atravessou fronteiras e chegou a outros países.

O ex-policial Derek Chauvin foi condenado a 270 meses (22 anos e meio) de prisão pela morte de George Floyd.

PROTESTOS POR MORTE DE GEORGE FLOYD

  • Entenda revolta após a morte do ex-segurança negro

  • Policiais envolvidos na morte de George Floyd têm acusações ampliadas

  • Twitter alerta que mensagem de Trump sobre protestos 'glorifica' violência

  • Relembre 11 mortes que causaram protestos contra violência policial nos EUA

  • FOTOS: veja imagens de protestos em várias partes dos EUA

  • Toronto, Londres, Berlim: veja imagens de protestos pelo mundo

  • Por que as pessoas se ajoelham durante os protestos contra racismo policial nos EUA?

  • As consequências vividas por quem filma cenas de violência policial

  • Corpo de George Floyd é enterrado após homenagem final em Houston

  • Júri declara ex-policial Derek Chauvin culpado pela morte de George Floyd

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Mundo

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE