Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Diretor assistente de '''Rust''', Dave Halls diz que não fez toda a inspeção da arma que deu a Alec Baldwin

Ele disse em depoimento a polícia que armeira entregou a arma aberta e que ele não checou todas as munições que estavam nela, como deveria, segundo jornal The New York Times .

 

O diretor assistente do longa-metragem "Rust", Dave Halls, disse em depoimento à polícia que não checou todas as munições da arma que entregou a Alec Baldwin antes de ele atirar na diretora da fotografia do filme, segundo o jornal "The New York Times".

Dave Halls contou em depoimento à polícia que a armeira do filme, Hannah Gutierrez-Reed, entregou a arma aberta para que ele a inspecionasse, mas ele não checou todas as balas.

"Ele avisou que deveria ter checado todas elas, mas não checou, e não conseguia se lembrar se ele girou o tambor da arma", diz o registro do depoimento, segundo o "New York Times".

Queixas anteriores

Dave Halls já foi alvo de queixas sobre segurança no uso de armas e pirotecnia no set em 2019, declararam à rede americana CNN duas pessoas que trabalharam com ele na época.

De acordo com os relatos, o assistente desrespeitava protocolos de segurança em relação aos equipamentos perigosos usados em cenas, bloqueios de saídas de incêndio e quando alguém se feria. Além disso, os depoimentos alegam que ele tinha um comportamento sexual impróprio com colegas.

De acordo com um documento judicial, Dave Halls foi identificado como o homem que entregou a arma que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins a Alec Baldwin e gritou "arma fria" no momento da passagem. Este é o termo usado na indústria para indicar que a arma era segura.

  • Veja o que se sabe e o que falta esclarecer

Desrespeito aos protocolos

Maggie Goll, designer de objetos cenográficos e pirotécnica licenciada, trabalhou com Halls na série "Into the Dark" em 2019 e relata que, na época, o assistente negligenciou a realização de reuniões de segurança e sempre falhou em anunciar a presença de arma de fogo no set para o elenco, conforme é o protocolo.

Ela conta que Halls apenas anunciava a presença de uma arma devido às exigências do assistente do mestre de adereços - que é responsável pelos objetos que entram em contato com os atores -, que pedia que o protocolo acontecesse todos os dias, bem como que fosse informado qual o material que a arma era feita e se ela estava descarregada ou não.

Maggie afirma que Halls era chamado a atenção recorrentemente por permitir que os atores se dispersassem com estes equipamentos ainda em mãos ou por não fazer os anúncios necessários.

Veja diferença entre bala convencional e bala de festim

window.PLAYER_AB_ENV = "prod"

Em uma ocasião, um pirotécnico licenciado chegou a sofrer um acidente durante filmagens e Halls pediu que a gravação continuasse, relata Maggie.

"Eu disse a ele que eles eram livres para filmar o que quisessem, mas que não haveria fogo ou faíscas, etc. até que o médico, o oficial de segurança contra incêndios e todos os meus companheiros estivessem em segurança no set”, declarou à CNN.

Halls também teria se queixado de ter uma arma inspecionada por um profissional licenciado para uma cena em que uma atriz apontaria o objeto para sua própria cabeça e puxaria o gatilho, disse outro ex-colega de Halls que pediu para não ser identificado.

Assédio

A pirotécnica Maggie afirma que em 2019 escutou relatos de vários colegas de que o assistente estaria realizando toques "indesejados e desnecessários" em membros do elenco de todos os gêneros e departamentos, deixando as pessoas desconfortáveis.

Ela alega que chegou a ligar para uma linha de segurança da produção, reclamou pessoalmente aos produtores executivos da Blumhouse Productions e informou o Directors Guild of America (DGA) sobre pessoas que se sentiam inseguras, mas nada foi feito a respeito.

Halls não respondeu à CNN sobre as acusações.

Morte no set

Alec Baldwin disparou arma que matou mulher durante gravações de filme, diz polícia

window.PLAYER_AB_ENV = "prod"

Na quinta-feira (21), a diretora de fotografia Halyna Hutchins morreu enquanto trabalhava no set de filmagens do filme "Rust" por causa de um tiro disparado pelo ator Alec Baldwin enquanto encenava. Nos documentos judiciais sobre o caso, Halls é identificado como a pessoa que entregou a arma cenográfica a Baldwin.

A apuração apontou ainda que, ao entregar o objeto, o assistente pontuou que se tratava de uma arma fria.

Horas antes do tiro disparado por Alec Baldwin sete pessoas se demitiram da equipe de câmeras com reclamações sobre condições de trabalho e de segurança, disse o site Deadline.

Veja VÍDEOS sobre a morte de Halyna Hutchins:

MORTE EM FILME COM ALEC BALDWIN

  • Alec Baldwin dispara com arma cenográfica e mata diretora de fotografia

  • Quem era Halyna Hutchins, diretora morta por Alec Baldwin

  • Conheça a história do filme 'Rust'

  • Brandon Lee, Justin Carter, Vic Morrow: relembre casos de mortes durante gravações

  • O que se sabe e o que falta esclarecer sobre o tiro disparado no set

  • Com indicação ao Oscar, Baldwin tem carreira premiada que vai da comédia ao drama

  • Arma cenográfica com 'bala de festim': o que é e como funciona

  • Entenda riscos de revólveres cenográficos em um set de filmagem

  • 'Talentosa' e 'brilhante': Veja repercussão da morte de Halyna Hutchins

  • PLAYLIST: Veja vídeos sobre o caso

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Variedades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE