Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Sebrae e União Europeia lançam projeto de apoio à sustentabilidade no Pará

Iniciativa pioneira pretende reduzir impactos ambientais no Marajó, Transamazônica e Belém-Brasília

 

As diretorias do Sebrae no Pará, da União Europeia e de instituições parceiras, se reuniram na última quinta-feira, 11, na Estação das Docas, para o lançamento oficial do projeto Sustenta e Inova. O projeto é financiado pela União Europeia e coordenado pelo Sebrae no Pará, sendo executado pelo CIRAD, Embrapa, IPAM e FUNARBE, correalizadores.

O objetivo geral do Sustenta e Inova é desenvolver e implementar práticas agrícolas sustentáveis e inovadoras, bem como desenvolver cadeias de valor na Amazônia brasileira, com o principal foco na conservação da biodiversidade, redução do desmatamento e restauração da paisagem. “Estamos muito engajados neste projeto e a relação com o Sebrae já vem rendendo bastante. É um projeto de grandes proporções e a ideia é combater o desmatamento e as mudanças climáticas na Amazônia, uma problemática de âmbito global” pontua o Embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybáñez Rubio.

Sebrae e União Europeia lançam projeto de apoio à sustentabilidade no Pará — Foto: Sebrae Pará

“No Sustenta e Inova, os parceiros almejam capacitar empreendedores de pequenos negócios e engajá-los na sustentabilidade para que seus empreendimentos atuem de forma socialmente responsável”, destaca o diretor superintendente do Sebrae no Pará, Rubens Magno.

Serão investidos pela união europeia 4.650.000 EUR (4 milhões, seiscentos e cinquenta mil euros) – mais de 28 milhões de reais nos territórios da Transamazônica, Belém-Brasília e o Marajó.

O Sebrae atuará de forma transversal no projeto, uma vez que caberá à instituição complementar a ação de cada parceiro. Por exemplo, a Embrapa vai trabalhar a questão da agricultura familiar e o Sebrae vai oportunizar abertura de mercado para os produtores rurais das regiões de atuação do programa. O CIRAD, que atua na restauração de áreas degradadas, utilizará da expertise do Sebrae em encontrar oportunidades de empreendedorismo nas regiões trabalhadas pelo parceiro em questão, traçando estratégias para continuar utilizando a terra de forma sustentável, movimentando a economia.

Os outros correalizadores também atuarão junto às comunidades locais das regiões com as competências que lhes são características, com enfoque especial nos produtores familiares, na população ribeirinha e nos grupos mais vulneráveis. A iniciativa partirá do princípio de que as vivências e culturas da Amazônia são distintas e existem perspectivas variadas nos muitos grupos focais do território.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE