Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Polícia Civil apresenta quarto envolvido em morte de advogado no Jurunas

Advogado Arnaldo Lopes de Paula foi morto em dezembro de 2017. Suspeito foi preso em Santa catarina e depois foi encaminhado ao Pará.

 

A Polícia Civil do Pará apresentou nesta sexta-feira (19), em Belém, um homem acusado de participação no assassinato do advogado Arnaldo Lopes de Paula, que ocorreu em dezembro de 2017, no bairro Jurunas, em Belém. O homem foi preso no dia 26 de outubro deste ano, na cidade de Balneário Camboriú, estado de Santa Catarina.

As investigações iniciaram logo após a PCPA tomar conhecimento dos fatos e, após intenso trabalho investigativo de várias equipes, foi possível realizar mais essa importante prisão. O indiciado é o quarto preso do mesmo inquérito policial que apura o crime, segundo informou a Divisão de Homicídios (DH), que efetuou a prisão do homem.

Apoio

Em Santa Catarina, a ação de cumprimento de mandado de prisão preventiva contou com a participação de agentes do Núcleo de Inteligência (NIP) e da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) de Santa Catarina. As investigações iniciaram logo após a PCPA tomar conhecimento dos fatos e, após intenso trabalho investigativo de várias equipes, foi possível realizar mais essa importante prisão.

Segundo o delegado Eduardo Rolo, da Divisão de Homicídios (DH), o homem foi localizado após intensa investigação.

"Neste caso, a investigação foi concluída e encaminhada à justiça. Os indiciados já foram ouvidos e, inclusive, denunciados pelo Ministério Público (PM). O que faltava era a prisão deste quarto envolvido", informou o delegado.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE