Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Cadela é abandonada em floresta, perde as quatro patas e ganha próteses de titânio em vaquinha

Cirurgia custou mais de R$ 30 mil e foi bem-sucedida: Monika já fica em pé e anda com as patinhas novas

 

A cadelinha Monika foi abandonada em uma floresta russa no fim do ano passado, muito debilitada: ela perdeu as quatro patas e estava com feridas severas.

Monika foi resgatada por uma equipe de trabalhadores de uma vila perto da floresta. Eles não sabiam o que fazer com a cachorrinha e a levaram para uma ONG de animais.

Os voluntários cuidaram dela, amputaram os membros feridos e ela precisou até de transfusão de sangue. Quando foi levada a um veterinário, ele não titubeou: recomendou que a cadela fosse sacrificada por conta de seu estado grave.

Monica e seu veterinário, responsável pela cirurgia — Foto: Rostislav NETISOV / AFP

Mas duas das voluntárias se recusaram a sacrificá-la e encontraram Sergei Gorshkov, veterinário com experiência em implantação de próteses de titânio. Desde 2005, ele já operou 37 animais, mas nunca um cãozinho.

As quatro próteses custariam mais de US$ 5,4 mil (mais de R$ 30 mil). O único jeito de bancar essa operação seria por doações. Elas corriam contra o tempo, mas decidiram criar uma vaquinha on-line.

Deu certo e as quatro próteses de Monika foram feitas por uma impressora 3D perto de Moscou. Depois, passaram por alguns processos essenciais para o funcionamento delas, feitos na Universidade Politécnica de Tomsk.

Só então elas chegaram à clínica em que a cadela foi operada. Em duas semanas de cirurgia, Monika já consegue ficar em pé e andar com as quatro patinhas de titânio.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Variedades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE