Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Cabo da PM que atirou e matou cachorro em Belém é expulso da corporação

Luiz Augusto de Almeida da Silva era lotado na Companhia Independente de Policiamento Turístico.

 

O Conselho de Disciplina da Polícia Militar decidiu expulsar da corporação o cabo Luiz Augusto de Almeida da Silva.

O militar é acusado de atirar e matar um cachorro, conhecido por "lobo", no último dia 25 de dezembro. Ele era lotado na Companhia Independente de Policiamento Turístico.

O caso ocorreu no bairro da Pedreira, em Belém, e foi denunciado pelas redes sociais, tendo grande repercussão. De acordo com testemunhas, os tiros foram disparados totalmente sem motivo.

À época, testemunhas disseram que o animal foi baleado em frente a um prédio, que fica na esquina com a travessa Angustura. Por volta das 6h, um homem desceu de um carro preto e perguntou para o porteiro do prédio, se o cachorro era de algum morador do condomínio.

O porteiro respondeu que "não" e, em seguida, o homem sacou uma arma e disparou duas vezes contra o animal.

LEIA MAIS:

  • Manifestantes pedem a prisão de homem que matou cachorro a tiros

Em nota, a PM confirmou o desligamento do acusado. A Polícia Civil informou que o inquérito que apura o ataque ao cachorro já foi concluído.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), o processo está em andamento na 11ª Vara Criminal de Belém e uma audiência instrução já foi agendada para o dia 9 de fevereiro.

VÍDEOS com notícias do Pará:

200 vídeos

Veja outras notícias do estado no g1 Pará

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE